Reconheça Os Sinais Que Identificam Os Verdadeiros Líderes

É um empreendedor de sucesso?

Considera-se um verdadeiro líder, ok, mas será que os outros o veem assim? Julga-se um empreendedor nato mas trabalha das 9 às 18h numa colocação vulgar de uma empresa de setor público? Não almeja mudar de emprego mas vê-se como uma pessoa ambiciosa? Nunca lhe passou pela cabeça investir num negócio próprio mas acha que nasceu para ganhar? Hum… Talvez esteja na hora de conhecer alguns dos sinais que revelam que uma pessoa é (ou não) empreendedora. Não se trata de descobrir quem gostava de ser dono de uma empresa (todos!) nem quem desejava ganhar mais (todos!) nem quem pretende chefiar uma equipa subordinada (todos!) mas de compreender que, por mais que muitas pessoas se esforcem por ser líderes nunca chegam a sê-lo. E por muito que outras se esforcem por não ser líderes são-no naturalmente. Não é estranho, é a realidade das competências intrínsecas a um verdadeiro espirito empreendedor. Tome atenção que um empreendedor nato não é alguém que simplesmente é dono de um negócio. Nada disso! É preciso ter algumas características específicas para ser considerado um bom empreendedor e conseguir alcançar o sucesso, seja em que negócio ou posição for. Claro que é sempre necessário ter conhecimentos sólidos sobre a área de negócio mas também é preciso algo mais… Agora é a sua vez de verificar em algumas linhas se de facto nasceu sob a influência da estrelinha dos empresários de sucesso.

identificar líder

Como Identificar Um Líder

Os outros têm vontade de trabalhar consigo

Os seus colegas fazem de tudo para trabalhar consigo? Já tiveram oportunidade de mudar de emprego e não quiseram só para não o abandonarem? Não gostam da administração da empresa mas o facto de colaborarem consigo deixa-os felizes? Ficam até mais tarde de boa vontade se lhes pedir isso? Parabéns! Você atrai naturalmente os outros e possui uma aptidão impar para liderar equipas. Como sabe, existem chefes e líderes. Os primeiros optam por mostrar que podem mandar na empresa e os segundos exercem o seu poder com bom senso. Os primeiros angariam antipatias e os segundos simpatias. Se faz parte do último grupo, tem praticamente tudo para ser um líder.

É um péssimo colaborador

Já percebeu que nasceu para liderar e não consegue ficar na sua empresa como funcionário tradicional, cumprindo ordens? Então, é sinal de que a sua insatisfação o pode e deve levar a outro lugar onde se enquadre melhor e de onde possa trazer benefícios acrescidos ao negócio (seja ele qual for). Na verdade, um empreendedor nato jamais consegue passar por um ramo de empreendimento como um mero funcionário que receber um salário certo para desenvolver determinada tarefa. Um empreender quer ousar, liderar e surpreender e isso não é possível se for um mero funcionário (salvo raras exceções). Talvez por este motivo os verdadeiros empresários não tenham começado pela aquisição de uma empresa mas sim em “pequenos” empregos de curta duração, que lhes fizeram ver que o seu lugar era no topo da hierarquia.

A segurança no emprego não é suficiente para si

Os seus colegas anseiam sentir-se seguros no emprego? Querem é ficar efetivos e ter um salário fixo garantido mas você nem liga a isso? As pequenas regalias como férias e 13º mês para si são insignificantes? Então, é capaz de ter vocação para empresário porque os verdadeiros empreendedores jamais pensam no salário fixo ao final do mês como uma forma de viver. Não invejam os amigos com emprego estável no setor público e tentam fazer muito mais, tanto que acabam por investir em si próprios e ganhar mais do que apenas um salário mínimo.

Sempre desejou mais

Nunca se limitou a cumprir as tarefas estabelecidas num contrato de trabalho? Nunca se contenta com a sua carteira de clientes por maior que seja? Pessoas sem visão empresarial sentem-se no auge da carreira na gerência de uma empresa. Os empreendedores desejam crescer além da função de chefia que porventura já tenham conseguido atingir. Desejam continuamente aumentar a produção, ter filiais, mudar de fornecedores, conquistar mais clientes e potenciais clientes…

Pensa no negócio antes de o anunciar

Antes de ter um negócio já pensava nele? Nunca disse que gostava de ter um restaurante porque passou diretamente à ação, alugando um espaço e contratando funcionários? Enquanto o seu sócio pensava que uma rede de franchising seria uma boa ideia você já estava a fazer contas ao capital inicial a ser investido e aos lucros que vão obter no final do ano? É um empreendedor, não há dúvida. Experimenta tudo com o objetivo de obter lucro.

Não confia em dados publicados em jornais

Leu num jornal que o mercado da hotelaria no Alentejo estava em crescimento mas não valorizou? Pois bem, um empreendedor não costuma acreditar em dados publicados em sites, jornais ou revistas. Faz questão de levar a cabo o seu próprio orçamento e a sua própria pesquisa de mercado, mesmo que a sua ideia seja construir um resort em Beja.

Tem o apoio da família e amigos

A sua mulher, os seus filhos, os seus pais e os melhores amigos apoiam-no incondicionalmente? Os verdadeiros empreendedores tem normalmente o apoio da família e amigos. São aquelas pessoas que por terem ideias inovadoras acabam sempre como delegados de turma, representantes de pais e encarregados de educação, organizadores de festas, etc. São aquelas pessoas que são consultadas em primeiro lugar quando um membro da família tem um problema para resolver e não sabe como. Pertence ao grupo? Então isso quer dizer que nasceu para liderar. Mesmo que a escolha não tenha sido sua, as pessoas reconhecem o seu espírito empreendedor e pessoas com estas características a nível pessoal, dificilmente agirão de forma diferente a nível profissional.

Sabe que precisa de uma equipa para o ajudar

Um chefe entende que tem de ter uma equipa porque não pode fazer tudo sozinho enquanto um líder sabe que precisa de uma equipa para alcançar o sucesso. Esta é uma das grandes diferenças entre chefia e liderança. Um verdadeiro empreendedor reconhece que a sua força é limitada e sabe que precisa de sugestões de outras pessoas para progredir. Afinal, ninguém consegue gerir uma grande empresa sozinho.

E agora diga-nos… estamos perante um leitor que é ou vai ser em breve um empresário de sucesso? Ou nem por isso?

Print Friendly, PDF & Email

About The Author

Sofia Santos

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação, exerce atualmente a atividade de Técnica de Marketing na PC.Clinic. Adora as estratégias online para difusão de marcas, produtos e serviços de empresas mas gosta mais ainda de as usar para ir ao encontro dos desejos e necessidades dos consumidores mais exigentes. Pelo meio não consegue largar a produção de conteúdos de qualquer género e em qualquer tipo de suporte. Para ela escrever é dançar com as letras. É brilhar, rodopiar, suar, cansar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *