Como Abrir Uma Loja Na Internet

loja na internet

Saiba como abrir uma loja na internet

Com a Internet passou a ser possível fazer compras sem sair de casa. A nova tendência é as lojas virem ao encontro do consumidor e não o contrário. Através de um computador, tablet ou smartphone é possível de uma forma cómoda e rápida adquirir um produto ou serviço, como vestuário, calçado, bilhetes para espetáculos, serviços de reparação, equipamentos informáticos, alimentação, mobiliário, etc. A lista não tem fim e as vantagens também são mais do que muitas, quer para os consumidores quer para os vendedores. Os primeiros têm mais liberdade de escolha e decidem quando, onde e como querem comprar, além de poderem comparar os preços facilmente. Os segundos conseguem chegar a mais clientes, em todo o mundo, a através de uma loja aberta 24 horas por dia, com preços mais competitivos mercê da redução de intermediários.

loja na internet

Vantagens e benefícios de uma loja na internet

Além de ser uma solução fácil de implementar e gerir, uma loja online apresenta inúmeras vantagens, entre elas:

  • É um sistema de fácil e rápida implementação. Em poucos dias pode ter a sua loja “aberta”!
  • Existem layouts com modelos prontos para lojas online. Mas também é possível a personalização de todo o layout da loja, como cores, botões, fundo, logo, etc.
  • A loja está aberta 24 horas por dia, 7 dias por semana, o ano inteiro.
  • O domínio próprio pode ser personalizado.
  • Pode ter a informação das estatísticas de acesso.
  • Pode exportar dados dos catálogos a qualquer momento.
  • O catálogo virtual de produtos pode permitir a pesquisa por secção e categoria.
  • Existem detalhes completos dos produtos com links para partilha em redes sociais.
  • Há variações de um produto podendo alterar preço, peso e medidas, etc.
  • Consegue inserir várias fotos em ângulos diferentes para um mesmo produto, com zoom e lupa para melhor visualização.
  • Existe um sistema de gerenciamento de banners
  • Acede a um resumos dos compradores via Facebook
  • Há um registo permanente dos clientes.
  • Controla os pedidos online e o cliente acompanha o seu pedido na área restrita.
  • Tem acesso a uma lista de envios de newsletters periódicas para clientes registados.
  • Faz uma administração online do catálogo.
  • Permite vários meios de pagamento.

Preparado para montar a sua loja online?

Dizem as estatísticas que 5,3 milhões de portugueses estão online, que 78% dos utilizadores de Internet já fizeram compras online e que 11% de todas as compras são feitas através de comércio eletrónico. Hum… Interessante, não é? Fá-lo repensar a sua estratégia ou deixa-o interessado em iniciar um negócio na Internet? Não perca mais tempo! Não precisa de muitos recursos para criar uma loja virtual.

Basicamente é só colocar imagens, descrições e preços dos produtos no seu site, aceitar encomendas online e ter uma plataforma para expedi-las e receber os respetivos pagamentos.

Comece agora. Siga estas etapas!

Etapa número 1 – Pesquise o mercado

Antes de mais, assegure-se de que existe procura para os produtos ou serviços que pretende vender. Não invista o seu tempo e dinheiro num projeto que pode não ter pernas para andar.

Aproveite o manancial de informação que a Internet proporciona para fazer as suas pesquisas e extrair informação sobre potenciais clientes, concorrentes, fornecedores e outros parceiros. E decida se deve continuar.

Etapa número 2 – Crie uma empresa online

A primeira etapa para se lançar no mundo das vendas pela Internet é a criação de uma empresa ou marca, só assim confere credibilidade ao negócio.

Pode usar para o efeito os serviços Empresa na Hora (www.empresanahora.pt) e Empresa Online (www.portaldaempresa.pt).

Quanto a custos, podem ultrapassar os 582€ (360€ para criar a empresa na hora e se for uma empresa online custa 180€ + 200€ para registo da marca, sendo que online fica por 100€ + 15€ a 22€ para registar o domínio que é válido por um ano).

Etapa número 3 – Aloje o seu site na web

Aloje o site da sua loja num servidor físico, nas instalações da empresa ou na cloud (alojamento na Internet, sem equipamento informático e respetivo software). Se optar pela primeira hipótese, terá de suportar um investimento inicial significativo, se optar pela segunda pagará, regra geral, uma mensalidade ou anuidade pelo serviço.

Etapa número 4 – Opte pelo tipo de presença na Internet

A presença da sua loja na Internet pode ser feita de duas formas, consideradas as principais:

a) Site institucional. Nesta forma de exposição do seu negócio, pode ou não incluir produtos, mas não tem a possibilidade de venda online. É um modelo que serve para as empresas que pretendem dar a conhecer o seu negócio mas que nesta fase ainda não querem vender através da Internet.

b) Loja online. Site que permite a venda de produtos e o pagamento online. Indicado para as empresas que pretendem dar a conhecer o seu negócio bem como vender produtos e serviços através da Internet.

Etapa número 5 – Escolha uma empresa de alojamento

É tempo de pensar no alojamento do seu site. Para tal tenha em conta os seguintes itens:

  • Limite do espaço em disco
  • Limite do tráfego mensal
  • Contas de email
  • Autoresponders
  • Estatísticas do site
  • Base de dados
  • Apoio ao cliente
  • Preço

Esteja preparado para pagar um valor mensal ou anual pelo serviço. No caso de optar por um alojamento que lhe disponibiliza a própria plataforma de ecommerce, venda online, é provável que tenha de pagar mensalidade mas se vai usar o alojamento apenas para instalar a sua própria ferramenta de ecommerce, paga, normalmente, uma anuidade.

Etapa número 6 – Escolha o modo de pagamento

Se vai vender online, escolha o modo de pagamento. Há várias soluções: Visa, Mastercard, MB NET, cartão de crédito ou débito, Paypal, etc. Veja qual a melhor ou as melhores soluções de pagamento para o seu negócio e para os seus clientes.

Etapa número 7 – Escolha um bom domínio

Escolha um domínio (.com, .com.br, .net, .org, etc…) que de facto identifique o seu site na Internet. Se não o souber fazer, peça ajuda a um especialista na matéria, pois o nome do domínio de um site é algo muito importante. Com um bom nome de domínio pode conseguir angariar mais clientes.

Etapa número 8 – Registe o seu domínio

Já escolheu o domínio? Agora registe-o. Há várias entidades que o podem ajudar nessa tarefa, é só fazer uma pesquisa online e comparar os preços e processos oferecidos.

Etapa número 9 – Decida como vai expedir os seus produtos

Se já se decidiu pela venda online, decida qual vai ser o seu sistema de entrega dos artigos. Avalie as opções disponíveis tendo em conta que os atrasos, extravios ou danos nos produtos só vão prejudicar o seu negócio. Invista na expedição pesquisando na Internet pela credibilidade e reputação do transportador. Há sempre comentários ou reclamações que o podem alertar para uma má escolha ou ao invés ajudar na escolha do transportador certo.

Etapa número 10 – Escolha a tecnologia da sua loja online

Se vai ter uma loja online precisa obviamente de um software que faça a ligação entre o site e infraestrutura do negócio e que permita aos clientes escolher os produtos, encomendar, alterar encomendas e efetuar pagamentos.

A oferta de programas/software para a construção de lojas online é variada. Pode encontrar soluções pagas ou em regime gratuito (open source), bem como soluções construídas à medida de cada negócio. A escolha é sua! Mais uma vez faça uma pesquisa e verifique qual a plataforma que melhor se adequa ao seu caso. Hoje em dia tem soluções pré-concebidas que após instalação apenas lhe exigem a inclusão dos produtos, transportador e forma de receber os pagamentos.

Além dos custos com o software, deve confirmar se existem recursos para cálculo automático dos portes e dos impostos aplicáveis nos softwares que mais lhe agradam. Também deve optar por sistemas que permitam efetuar promoções, descontos, e outras formas de fidelização de clientes.

A par, será necessário um sistema informático de gestão empresarial (Enterprise Resource Planning ou ERP) que integre todas as funções mais importantes da gestão da sua empresa, que seja certificado e permita a emissão do ficheiro FAF-PT para as Finanças. Da mesma forma, se for possível, aposte num sistema informático de gestão dos clientes (Customer Relationship Management ou CRM).

Etapa número 11 – Pesquise palavras-chave

Esta etapa pode acontecer agora ou em qualquer outro momento do processo. O importante é que dedique algum tempo àquilo que mais ajudará no sucesso do seu projeto online. Assim, insira no Google as expressões que considera serem utilizadas pelos seus potenciais clientes e observe o número de páginas apresentadas pelo Google para perceber se o termo é muito usado ou não. Dê especial atenção aos termos relacionados que o Google apresenta no fim da página de resultados para ter ideias sobre outras palavras-chave. Se necessário, pode recorrer ao Google Keywords Tool para verificar o interesse por temas relacionados com o negócio que pretende lançar.

Etapa número 12 – Faça benchmarking

Faça uma investigação sobre a concorrência direta e indireta: registe as melhores práticas de marketing online e tente imitá-las ou mesmo superá-las. Uma ronda pela concorrência ajuda-o a identificar quer os aspetos positivos quer os aspetos negativos de negócios do seu ramo de atividade. Faça-a na ótica do cliente e no final, tente chegar a conclusões que lhe permitam implementar no seu site as melhores estratégias de modo a que os clientes optem pela sua loja virtual em vez de se voltarem para a concorrência.

Etapa número 13 – Prepare a informação dos seus produtos

Comece a organizar toda a informação possível sobre os produtos ou serviços que tem para oferecer, nomeadamente:

  • Categorias e subcategorias
  • Opções dos produtos
  • Vantagens/benefícios dos produtos
  • Referência numérica dos produtos
  • Descrição dos produtos
  • Imagem dos produtos (se possível fotos de vários ângulos)
  • Preços dos produtos
  • Portes a pagar
  • Impostos a pagar
  • Ofereça aos seus clientes toda a informação de qualidade possível de modo a que possam escolher com facilidade o ou os produtos que necessitam.

Etapa número 14 – Crie uma conta bancária comercial

Se vai vender na Internet deve criar uma conta bancária comercial para gerir as transações financeiras online. Para isso necessita de criar a conta bancária e também um gateway de pagamento (aplicação para ecommerce instalada num servidor remoto e mantida por uma operadora financeira que autoriza pagamentos de transações feitas online em sites de empresas ou pessoas físicas nos ramos de ebusinesses) e registar-lhe a sua conta bancária.

Se não pretende sistemas complexos de pagamento, opte por uma solução para pequenos negócios colocando um carrinho de compras PayPal (gratuito). Numa loja mais complexa, a conta criada no PayPal servirá para configurar o seu gateway de pagamento. Em ambos os casos, está habilitado a aceitar pagamentos online, por cartão de crédito ou outros meios.

Etapa número 15 – Crie o seu site com loja

É hora de decidir que páginas quer ter no seu site, que links deseja inserir, que categorias e produtos quer mostrar, que menus quer exibir, etc… Sugerimos que crie uma home page com uma lista de cerca de 6 categorias, um menu “Sobre nós”, outro “FAQ”, um “Glossário” (se entender necessário), “Contactos” e “Mapa do Site”. Tire ideias de sites que entenda funcionais e apelativos, mas tente construir sempre uma imagem com design consistente, com a mesma estrutura de navegação em todas as páginas e com um sumário dos produtos que oferece.

Deve ter também em conta a inclusão de texto nas suas páginas porque os motores de busca desvalorizam nos seus rankings páginas só com imagens ou animações. Se possível adicione igualmente formulários de preenchimento fácil em todas as páginas, para facilitar o relacionamento com os seus clientes e uma página com as condições gerais de venda online, em que sejam indicadas as políticas de reembolso, expedição, garantias, tratamento de reclamações, entre outras.

Etapa número 16 – Garanta uma boa logística

Para assegurar que os seus produtos são entregues aos clientes a tempo e horas, sem falhas nem atrasos, é importante que invista na logística. Para que nada falhe ou para que as falhas sejam minimizadas, deve manter o stock alinhado com as vendas e estar preparado e devidamente organizado para responder a picos de encomendas. A par, deve manter o cliente informado dos processos e, em caso de dúvidas ou reclamações, responder atempadamente.

Etapa número 17 – Teste o seu site

Depois de fazer upload dos seus conteúdos para o servidor, deve testar cuidadosamente o seu site, se possível mais do que uma vez. Tenha especial atenção a estes itens:

  • Funcionamento dos links
  • Compatibilidade com os vários browsers
  • Resolução do ecrã (é uma boa opção preparar o seu site para ser visto de forma otimizada em smartphones e tablets e também considerar a criação de uma aplicação dedicada para as diferentes plataformas)
  • Validação html/xhtml
  • Funcionamento dos formulários (caso os tenha integrado)
  • Te

  • mpo de carregamento do site

Etapa número 18 – Promova o seu site

Agora, ponha o marketing online da sua empresa a mexer! Se não promover ativamente o seu site e loja virtual não consegue angariar clientes. Lembre-se que a principal temática de promoção está ligada aos conteúdos. Este é um dos aspetos mais importantes para que o seu site seja indexado e bem classificado pelos motores de busca, por outras palavras, quanto mais e melhores conteúdos tiver, mais fácil é ver as suas páginas aparecerem nos primeiros lugares dos motores de busca.

É aconselhável também que participe em fóruns, blogues e redes sociais relacionados com a sua área de atuação. E se tiver orçamento para campanhas de publicidade online, não hesite!

Etapa número 19 – Faça controlo de qualidade

Teste o seu site com regularidade. Faça-o pessoalmente ou através dos seus colaboradores mas também através de pessoas estranhas à organização, como amigos e familiares dispostos a ajudar. Estamos a falar de uma plataforma complexa onde basta uma falha para se comprometer a venda.

Etapa número 20 – Garanta o cumprimento das questões legais

Não se descuide com as questões legais! É importante obter junto da ACEPI a certificação para lojas online, assegurando o cumprimento dos requisitos legais. Existem regras de obrigatoriedade de informação, prazos de devolução e proteção de dados dos consumidores a cumprir e que devem estar explícitas na informação sobre as condições de compra no seu site.

E se chegou até aqui, é porque caminhou pelas etapas que sugerimos e já tem algum produto ou serviço à venda online. Bom negócio!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação, exerce atualmente a atividade de Técnica de Marketing na PC.Clinic. Adora as estratégias online para difusão de marcas, produtos e serviços de empresas mas gosta mais ainda de as usar para ir ao encontro dos desejos e necessidades dos consumidores mais exigentes. Pelo meio não consegue largar a produção de conteúdos de qualquer género e em qualquer tipo de suporte. Para ela escrever é dançar com as letras. É brilhar, rodopiar, suar, cansar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar.

4 comentários em “Como Abrir Uma Loja Na Internet

Deixe um Comentário