Passo-a-passo para mudar o alojamento de um site, sem perder os conteúdos!

alojamento web

Conheça o passo-a-passo para mudar o alojamento de um site, sem perder os conteúdos!

Mudar o alojamento de um site nunca é uma decisão que se tome de ânimo leve, mas por vezes há que tomá-la para que o site responda aos propósitos da empresa na Internet numa linguagem e com uma tecnologia moderna e ajustada aos objetivos do negócio e às expetativas do público-alvo.

Quem sabe se a mudança de alojamento não é tudo o que precisa para ver o seu site a gerar resultados e o seu investimento em marketing digital a obter retorno? Porém… mudar o alojamento de um site é um processo delicado que deixa qualquer gestor – você inclusive! – em estado de nervos com receio de perder os conteúdos. Só que, não é caso para tanto! Pode perfeitamente alterar o alojamento web, o design e até a linguagem de programação sem perder um único ficheiro.

Mudar de alojamento, o que é que isso significa?

Mudar de alojamento significa proceder à transferência dos dados do seu site de um provedor para outro provedor diferente, sendo o passo mais delicado deste processo a mudança de todo conteúdo do site para o novo alojamento web.

Passo-a-passo para mudar o alojamento de um site, sem perder os conteúdos!

1º passo para mudar o alojamento de um site | Escolher um novo provedor

Depois de perceber que não é assim tão complicado mudar de empresa de alojamento e de tomar a decisão de procurar um parceiro diferente, deve escolher um novo provedor para o alojamento do site da sua empresa tendo em conta as necessidades do seu negócio e a capacidade de resposta das diferentes empresas de criação de sites. Recolha também todas as informações necessárias sobre o hardware e software disponibilizado pelos novos fornecedores que tem em mira, bem como tecnologia e recursos disponíveis para o seu site (no momento presente e no futuro). Por fim, procure por testemunhos de clientes dessas empresas que está a considerar contratar, veja os portefólios e – muito importante! – verifique se disponibilizam suporte técnico porque caso precise de ajuda, é bom saber que tem alguém disponível do outro lado para ajudar de forma rápida e eficaz.

2º passo para mudar o alojamento de um site | Assegurar-se que o domínio está em seu nome (ou no nome da sua empresa)

Depois de escolher o novo parceiro, deve assegurar-se, ante de mais, de que o domínio do site da sua empresa está registado em seu nome ou no nome da sua empresa e que o é o seu email (ou o email da empresa) que consta como email do administrador do domínio. E isso porque algumas empresas criadoras de sites registam os domínios dos clientes em seu nome e não no nome dos clientes. Se for o caso, deve entrar em contacto com o provedor e solicitar a alteração da administração do domínio do seu site.

3º passo para mudar o alojamento de um site | Verificar se tem acesso ao painel de controlo

Depois de confirmar que o domínio está em seu nome ou ter a transferência do domínio assegurada, deve verificar se tem acesso ao painel de controlo do site ou ao servidor via FTP. Muitas empresas de criação de sites usam painéis de controlo comuns a muitos outros provedores, o que facilita a migração dos sites, mas nada como confirmar se não haverá problemas nesta etapa, não é verdade? Inclusive, a empresa antiga pode não disponibilizar qualquer tipo de painel de controlo ou de acesso de forma a ser o cliente a gerir o site e, nesse caso, deve contactá-la a solicitar uma cópia de segurança dos conteúdos para não perder informação quando contratar um novo serviço de alojamento web.

4º passo para mudar o alojamento de um site | Fazer backup

Tendo acesso ao painel de controlo, deve fazer um backup para não perder um único arquivo. Se precisar de ajuda, recorra às inúmeras ferramentas e plug-ins disponíveis na Internet para fazer backups ou mesmo ao seu novo provedor de alojamento web.

5º passo para mudar o alojamento de um site | Fornecer os dados de acesso ao novo provedor

De seguida deve passar os dados de acesso do antigo alojamento ao novo provedor para que este possa transferir todos os conteúdos para o novo alojamento web.

Nesta etapa, o seu novo parceiro irá usar uma linguagem de programação compatível e adequada ao seu negócio. E se durante o processo surgir alguma contrariedade ou incompatibilidade, não se preocupe porque à partida (se fez uma boa escolha) o seu parceiro tem os conhecimentos e a competência necessária para resolver e ultrapassar todos os problemas que possam surgir numa migração de alojamento.

6º passo para mudar o alojamento de um site | Cancelar o contrato com o antigo provedor

Quando a mudança de alojamento estiver concluída, o seu site aparece online com os arquivos guardados num novo alojamento. O que é perfeito, mas para concluir o processo, tem de cancelar o contrato com o antigo provedor (se não o fez entretanto) e aproveitar ao máximo o seu novo serviço de alojamento web… sem perder os conteúdos!

Como vê, não há motivo para ficar preso a um serviço de alojamento que não está a satisfazer as necessidades do seu negócio nem as expetativas do seu público-alvo. O seu site merece o melhor que a tecnologia lhe pode oferecer e a nossa empresa está disponível para o ajudar na migração rumo a uma presença na Internet mais efetiva e rentável. Conheça os nossos planos de alojamento web!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário