Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube: qual a melhor rede social para o seu negócio?

redes sociais

Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube: qual a melhor rede social para o seu negócio?

Com os portugueses a passarem em média, duas horas por dia a fazer scroll em redes sociais (Global Digital 2019), é natural que queira perceber qual a melhor rede social para o seu negócio em vez de investir o seu tempo e dinheiro em canais que não dão retorno.

Não é por acaso que qualquer estratégia de marketing digital inclui a gestão de redes sociais. O facto de poder criar perfis gratuitamente e investir em anúncios pagos segmentados para aumentar a visibilidade da sua marca e conquistar mais clientes, é o suficiente para o deixar a refletir sobre qual a melhor rede social para o seu negócio. É que mesmo que tenha tempo para monitorizar várias contas, de que vale o investimento se não está a apostar no melhor canal para alcançar a sua audiência?

Online, tal como offline, existem grupos que reúnem pessoas com os mesmos tipos de interesses em plataformas específicas, e a sua empresa deve perceber em qual desses grupos estão os utilizadores com potencial interesse no produto/serviço que vende, não é verdade? Pois bem, neste artigo vamos mostrar-lhe quais são as duas etapas essenciais para escolher a melhor rede social para o seu negócio, focando as plataformas que merecem o interesse da maioria das empresas portuguesas: Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

Como escolher a melhor rede social para o seu negócio?

Com tantas redes sociais, cada uma com as suas características, como é possível escolher a melhor para a sua empresa sem se perder pelo caminho? Bom, não é complicado! Basicamente basta conhecer a fundo o seu público-alvo e conhecer as especificidades e diferentes características de cada rede social. Acompanhe-nos!

Conheça a fundo o seu público-alvo

Para escolher as melhores ou a melhor rede social para o seu negócio, precisa de estudar a sua audiência para perceber que rede social prefere. Nesse sentido, o ideal é mesmo criar a sua persona, ou seja, chegar ao perfil de consumidor que corresponde ao seu cliente ideal, aquele que compra o seu produto ou serviço, interage com a sua empresa em redes sociais, deixa comentários positivos, partilha conteúdos, etc. Em suma, trata-se de descobrir o perfil de consumidor que deseja atrair para desenvolver as estratégias de marketing digital para social media mais corretas, e não perder tempo nem dinheiro em esforços com pessoas que não estão verdadeiramente interessadas nos produtos/serviços que a sua empresa vende.

Trabalhando a sua persona, vai conseguir responder a algumas – senão a todas – as questões que se seguem e que dão insights importantes para escolher as melhores redes sociais para a sua empresa:

  • Características físicas e psicológicas.
  • Profissão e nível de instrução.
  • Objetivos, interesses, dificuldades e desafios.
  • Atividades a nível pessoal e profissional.
  • Tipo de informação que consome e como usa a Internet para pesquisar.
  • Influenciadores de compra.
  • Etc.

Depois de definir a persona da sua empresa, pode passar então à escolha da melhor rede social ou das melhores redes sociais, aquelas que mais tráfego e visitantes qualificados vão garantir!

Mais informações sobre como criar a persona da sua empresa, aqui!

Conheça a fundo as características das redes sociais

E agora que conhece bem o público-alvo da sua empresa, falta descobrir qual ou quais as redes sociais que preferem para começar a publicar os seus conteúdos, ganhar interações, gerar conversões e conquistar novos clientes.

Claro que existem várias redes sociais, mas neste artigo vamos falar nas principais, ou seja, nas redes sociais mais usadas por empresas portuguesas: Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube.

Facebook

  • Para começar, o Facebook é a rede social mais popular do mundo, com 3 mil milhões de utilizadores ativos todos os meses (cerca de 97 milhões falam português). Mas isso não significa que seja a melhor rede social para o seu negócio! Por exemplo, se a sua persona é bastante jovem, é possível que não esteja no Facebook, mas sim no Instagram.
  • O Facebook permite a publicação de diferentes conteúdos: textos, vídeos, imagens, podcasts… Mas, mais uma vez, isso não quer dizer que seja a melhor rede social para a sua empresa, pois se quer apostar apenas em vídeos para chamar a atenção da sua audiência e, por exemplo, explicar como funcionam os seus produtos, o melhor é optar pelo YouTube.
  • Além da publicação de diferentes conteúdos, as páginas de empresas do Facebook permitem exibir muitas informações como telefone, email, morada, horário de funcionamento, link para o site ou loja online, lista de produtos/serviços, entre outros dados.
  • Também não é de menosprezar a oferta a nível de recursos do Facebook. Para além de poder fazer as suas publicações gratuitamente e com a frequência que bem desejar, pode conhecer a avaliação da sua empresa, ver análises de desempenho, criar eventos e grupos e até investir em anúncios pagos segmentando o seu público-alvo.
  • A rede social Facebook tem um modelo específico para negócios (fanpages) com soluções para acompanhar o desempenho dos conteúdos publicados e também para promovê-los.
  • O layout amigável do Facebook é outra das grandes vantagens e justifica o facto de muitas empresas colocarem esta rede como primeira opção.
  • Assim, graças à versatilidade de conteúdo e alcance em termos de utilizadores, o Facebook pode ser a melhor opção para o seu negócio.

Instagram

  • É verdade que o Instagram faz parte do Facebook, mas é uma rede social diferente, pensada para ser usada em mobile (com os utilizadores a acederem maioritariamente através dos seus smartphones) e com foco em conteúdos visuais, nomeadamente partilha de fotografias e vídeos para fixar a marca no imaginário do público.
  • O Instagram tem cerca de 1 bilhão de utilizadores, a maioria de faixas etárias jovens e por isso é uma oportunidade para empresas que querem atingir esses nichos com apelos visuais.
  • Oferece bastante recursos para edição e publicação de fotografias e vídeos, utilização de hashtags, criação de Instagram Stories, anúncios pagos para públicos e períodos específicos, etc. No Instagram para empresas pode, inclusive, direcionar os utilizadores para uma página de compra quando estes clicam na imagem de um produto, por exemplo. Também permite a utilização de tags para associar conteúdos com outros utilizadores e mensagens pessoais, para interagir de forma privada.

Linkedin

  • A rede social LinkedIn tem características bem diferentes do Facebook e Instagram. O seu foco são os negócios e por isso é direcionada para particulares e empresas que querem fazer networking e desenvolver parcerias, daí ser conhecida como rede social de e para profissionais.
  • O LinkedIn tem mais de 575 milhões de utilizadores e mais de 260 milhões de utilizadores ativos por mês, dos quais cerca de 1,8 milhões em Portugal.
  • Possui uma série de ferramentas para as empresas pesquisarem por candidatos, promoverem as suas vagas de trabalhos, os seus produtos e serviços e comunicarem com outros profissionais e empresas para aumentarem a sua visibilidade e reputação, promovendo seu know-how para os diferentes players do mercado.
  • Relativamente a conteúdos, no LinkedIn o objetivo é publicar artigos explicativos de modo a aprofundar temas relacionados com um negócio e área de atuação. É a melhor rede social para casos de sucesso e whitepapers, por exemplo.
  • Também permite a análise de desempenho das publicações e anúncios pagos direcionados para grupos de interesse específicos.

Youtube

  • Com mais de 1,9 bilhão de utilizadores ativos, a rede social de streaming e vídeo YouTube tem por objetivo a partilha de vídeos para vincular o maior número de seguidores no canal de uma empresa.
  • A ideia é partilhar conteúdo dinâmico, atraente e capaz de transmitir uma mensagem de forma clara e, se possível, divertida.
  • É claro que a produção de conteúdo em vídeo é morosa e requer muitos recursos, mas é uma excelente alternativa aos vídeos no Facebook ou no Instagram para empresas que querem criar uma central de conteúdos para, por exemplo, ministrar aulas, apresentar tutoriais ou dar informações mais detalhadas sobre o funcionamento e as características dos seus produtos.
  • Em suma, o YouTube é um excelente canal para veicular campanhas de marketing digital capazes de atrair a atenção de um público.

Já escolheu a melhor rede social para o seu negócio? Aquela que pode levar a sua empresa a atingir objetivos de marketing digital e a gerar mais receitas? Perfeito! Agora é concentrar-se na gestão dessa rede e produzir conteúdos relevantes para os seus utilizadores de forma não perder nem mais uma oportunidade de negócio!

E agora conheça também as melhores ferramentas de gestão de redes sociais!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário