Empreendedorismo Social Em Portugal

empreendedorismo social

O empreendedorismo social em Portugal não passa despercebido a quem o procura. Por cá temos a organização Ashoka Portugal, o projecto MIES, a agência SEA (Agência de Empreendedores Sociais), entre outras.

empreendedorismo social

A agência Ashoka tem o subtítulo de Innovators for the Public, e é uma organização internacional do sector do cidadão (nome adoptado por eles). Esta organização identifica, apoia e alimenta o progresso de empreendedores sociais, a quem eles chamam de Fellows Ashoka. A organização busca ajudar a desenvolver as ideias e tornar a missão dos seus empreendedores em algo concreto, produtivo e globalmente integrado.

No site de Ashoka Portugal poderá encontrar todas as informações relativas às suas acções e projectos, assim como aos requisitos necessários para se tornar um Fellow Ashoka.

Como projecto de raiz nacional temos o MIES – Mapa de Inovação e Empreendedorismo Social, uma iniciativa do Centro de Formação e Investigação em Empreendedorismo Social e Instituto Padre António Vieira, que por sua vez conta com o apoio do COMPETE, Fundação Calouste Gulbenkian, Fundação EDP e pelo IAPMEI.

O objectivo do MIES é contribuir para o crescimento e competitividade de um novo mercado de inovação e empreendedorismo social. Fazem-no através de pesquisa, permitindo descobrir e mapear as iniciativas inovadoras, com o intuito de contribuir para o seu desenvolvimento.

Trabalham para promover novas oportunidades de investimento e criação de valor financeiro, económico e social como desafio para a resolução de problemas negligenciados com elevado potencial de transformação positiva na sociedade. Para saber mais informações sobre o MIES, consulte o site oficial.

Portuguesa também é a Agência de Empreendedores Sociais (SEA), criada em 2007 e tem como “objecto social o desenvolvimento e a implementação de projectos de empreendedorismo social que contribuam para a sustentabilidade ao nível social, económico, cultural e ambiental, em prol do desenvolvimento local e integrado.”

É a primeira agência de empreendedores sociais em Portugal, sem fins lucrativos e apresenta-se sob a forma jurídica de Cooperativa. Promove vários tipos de projectos, desde a criação de emprego, incubação de microiniciativas, animação territorial, entre outros. Nada melhor que espreitar o site oficial.

Uma das questões com mais pressão e especulações da actualidade é se no seio da sociedade actual, secular, exposta ao rigor do mercado global e baseada na escolha individual, pode existir um sentimento de pertença, confiança, respeito, coesão e empatia. Os empreendedores sociais mostram que sim. Concorda?

Sobre Iryna Shev
Iryna Shev
Iryna Shev, licenciada em Comunicação Social e Cultural, pela Faculdade De Ciências Humanas, da Universidade Católica Portuguesa.

1 comentário em “Empreendedorismo Social Em Portugal

  1. Olá! venho por este meio solicitar ajuda para colocar um ideia em pratica. Resido na ilha da madeira. Sou licenciada em Serviço Social, e com uma pós-graduação em Gestão de Recursos Humanos. Quero muito colocar uma ideia em pratica . Por onde começar?

Deixe um Comentário