Como recrutar à distância?

empregos para a vida

Saiba tudo sobre como recrutar à distância?

Em muitas empresas, os processos de seleção já se renderam aos avanços tecnológicos. Mas será que o seu negócio em particular já está a recrutar à distância ou ainda não compreendeu o funcionamento e as vantagens desta forma online de descobrir os melhores talentos?

Candidatos e empresas são unanimes: recrutar à distância é uma excelente maneira de selecionar de forma rápida e cómoda, a pessoa mais indicada para um cargo. Ainda assim, em muitas instituições o digital serve apenas para uma primeira fase do processo de recrutamento – a publicação de anúncios – e depois é posto de parte. Porém, e não invalidando entrevistas pessoais, há a defender aqui neste artigo, o recrutamento online. E sabe porquê? Porque vai agilizar o processo de seleção na sua empresa! Porque vai aumentar a variedade e quantidade de candidatos, poupar tempo e dinheiro e diminuir a margem de erro. Por isso, aproveite a Internet e todas as novas tecnologias disponíveis para transformar o processo de recrutamento na sua empresa num diferencial competitivo.

O que se entende por recrutar à distância?

Como o nome indica, recrutar à distância é desenvolver um processo seletivo de forma remota, através da Internet: da publicação do anúncio de emprego à contratação, passando pela seleção de currículos, pré-seleção e entrevista.

Quais as vantagens em recrutar à distância?

Embora não impeça uma seleção presencial, o recrutamento à distância tem imensas vantagens que se prendem, precisamente, com o facto de se desenvolver remotamente, através de vários recursos online: computadores, softwares, ferramentas digitais, chats e outras plataformas. E os primeiros grandes benefícios são otimizar o tempo do seu departamento de recursos humanos e reduzir custos com processos de seleção (para a sua empresa e para os candidatos), graças à padronização de processos. Repare que, recrutar à distância permite-lhe economizar na divulgação da vaga e no tempo operacional dos recrutadores, que podem ficar libertos para outras tarefas. Também poupa tempo em encontros presenciais para ambas as partes. Além disso, tem a grande vantagem de diminuir a probabilidade de erro. E a lista de vantagens em recrutar à distância não se fica por aqui! O processo é mais rápido, não existem preocupações com logística, com disponibilização ou mesmo aluguer de salas para entrevistas. Para mais, sendo um processo mais ágil, permite-lhe entrevistar um maior número de candidatos. E ao recrutar à distância, através da Internet, consegue analisar os resultados de forma mais rápida e eficiente do que através do modo de recrutamento convencional.

Basicamente porque os filtros ajudam os candidatos a encontrar e a responder aos anúncios de emprego mais ajustados ao seu perfil, por um lado, e por outro lado, as empresas, através de palavras-chave, também conseguem chegar ao candidato ideal, ao candidato com mais experiência na área, como mais recomendações, etc. E isto sem falar da facilidade de arquivo: enquanto no recrutamento tradicional se têm de guardar pastas e pastas com currículos e outros documentos, recrutar à distancia permite uma armazenagem digital mais eficaz e sem repetições, que torna mais rápida e eficiente a consulta de informação (à hora que quiser e de onde quiser!). Todas estas vantagens do recrutamento remoto trazem benefícios para o processo de seleção, desde a definição da vaga à contratação de um candidato que pode contribuir para a produtividade da sua empresa.

Passo a passo para realizar um recrutamento à distância

Agora que conhece as vantagens de uma seleção digital, tome nota de todos os passos para realizar um recrutamento à distância.

Planear

Para encontrar o candidato ideal a uma vaga, deve planear todo o processo, começando por definir as características e competência que determinado cargo exige, horário habilitações, salário, benefícios da empresa, etc.

Divulgar

Mais uma vez, para encontrar os melhores recursos humanos para a sua empresa, tem de divulgar a vaga em todas as plataformas digitais… ou quase todas: de sites de emprego a redes sociais, como LinkedIn.

Analisar

Assim que receber respostas, deve analisar os perfis online dos candidatos que lhe despertaram a atenção, procurando obter em redes sociais, como Facebook e LinkedIn, mais informação sobre o seu comportamento e imagem. Esse trabalho de pesquisa otimiza o tempo de seleção e facilita os próximos passos para realizar recrutamento à distância. Inclusive, existem softwares que mapeiam o comportamento dos utilizadores e geram relatórios bem interessantes sobre as suas características pessoais e profissionais.

Testar

Depois de fazer a análise online, proponha testes e desafios aos candidatos que mereceram a sua atenção. Dessa forma vai conseguir verificar se o perfil do candidato é realmente compatível com as necessidades da sua empresa.

Escolher as ferramentas

E agora deve escolher a ou as ferramentas que vai usar no recrutamento a distância. A maior parte das empresas usa chats genéricos como o Skype e Google Hangouts para conversas por áudio e por vídeo (que podem incluir vários participantes), porque são grátis, simples de usar, mas eficazes, pelo menos em pequenas e médias empresas.

Contudo, pode usar softwares e plataformas específicas para recrutamento a distância com mais funcionalidades, nomeadamente filtros de triagem, testes psicotécnicos, palavras-chave, etc. Estas ferramentas de recrutamento são mais aconselhadas quando, por exemplo, tem de entrevistar mais de 100 candidatos para uma só vaga.

Entrevistar à distância

E chegámos agora à etapa porque estava à espera que, por si só, define o recrutamento remoto: a entrevista à distância! Quando indicar ao candidato a ferramenta a utilizar, bem como o dia e hora em que deve estar online, não se esqueça de fornecer instruções, nomeadamente solicitar que teste o seu equipamento e respetivas configurações com antecedência e que escolha um local calmo e silencioso para ser entrevistado, de modo a que o diálogo decorra sem interferências.

E se ficar na dúvida entre dois ou três candidatos, não deixe de marcar uma entrevista pessoal, se essa for a melhor forma para tomar uma decisão!

E por fim, decida-se, felicite o candidato escolhido para o lugar e agradeça a todos os outros a disponibilidade, desejando-lhes boa sorte para processos de recrutamento futuros.

Não deixe de ler também o nosso artigo sobre feedback no processo de recrutamento.

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário