Como Criar Uma Landing Page Eficaz

landing page

Páginas de aterragem, links, landing pages, locais de destino, metas a atingir nas suas estratégias de marketing. Não interessa o nome. Importa é conseguir que o seu cliente não hesite em ir até lá.

landing page

O que é uma landing page?

Landing page ou página de destino é uma página na Internet para a qual o utilizador é encaminhado através, por exemplo, de um email, artigo num blog, anúncio online, etc.

Para que serve?

A landing page serve para dar seguimento a um primeiro contato entre o utilizador e a sua empresa, incentivando-o a levar a cabo uma ação específica para que você possa obter determinado resultado, por exemplo, mais entradas no site da empresa, mais “likes” na página do Facebook.

call to action

Qual o objetivo final de uma landing page?

É converter um visitante num lead. Para que uma landing page seja eficiente na sua função, deve conseguir converter os potenciais clientes em contactos.

Como atingir o objetivo?

Atinge o objetivo de converter visitantes em leads se:
O seu conteúdo for coerente e relevante. Se tiver algo de interessante/importante a dizer aos seus visitantes é natural que eles cliquem na sua landing page mas, se pelo contrário, descobrirem que na página de destino afinal não se consegue fazer download de uma demonstração, por exemplo, não vai atingir o objetivo e perde credibilidade. 

A mensagem for clara e incentivar à ação. O conteúdo tanto a nível de texto como de imagem deve ser claro e objetivo para que o visitante não fique na dúvida: “devo ou não clicar?” ou “é para clicar aqui?!”

O conteúdo for visualizado de forma correta em qualquer dispositivo (responsive design), ou seja, em qualquer que seja o equipamento – computador, tablet, smartphone – o visitante deve conseguir ver a sua mensagem corretamente, independentemente do tamanho do ecrã.

A navegação for fácil e objetiva. O utilizador deve perceber claramente o que tem de fazer. Não faça propostas de navegação pela web que vão além do objetivo da sua empresa. Concentre-se na ação que pretende que o visitante leve a cabo e não o distraia com outros assuntos. 

O conteúdo for testado para gerar melhores resultados. Nada como testar a eficiência dos conteúdos antes de arrancar com o projeto. Nesses testes verifique as funcionalidades do ou dos links, a informação, imagem e perfil dos utilizadores que tem em mente.

Como criar uma landing page eficaz?

Criar uma landing page que lhe permita converter os visitantes em leads é uma tarefa difícil, porque mesmo que tenha uma chamada de atenção bem pensada, pode não conseguir alcançar tantas pessoas como aquelas que pretendia. Há no entanto alguns fatores que ajudam a dobrar ou triplicar a conversão de uma landing page. São eles:

  • Reescrever o título. Em média, 8 em cada 10 pessoas leem o seu título, mas apenas 2 em 10 leem o resto do texto, sabia? Aqui tem a prova de que o título é mesmo importante, quiçá o principal responsável pelo sucesso duma landing page? Desta forma, evite títulos extensos, aborrecido e repetitivos. Seja criativo mas limite-se a dizer o que é realmente importante. Se tiver dificuldades, pense no seguinte: que problema é que o seu conteúdo resolve? A resposta deve ser o título.
  • Usar uma caixa para envolver o conteúdo mais importante. As landing pages são ótimas para incentivar a recolha de emails com a oferta de um benefício. E ao colocar uma caixa em destaque em volta do formulário para o utilizador deixar o seu email e clicar no botão para receber o que lhe vai oferecer, aumentar a taxa de sucesso de conversão. O esforço empreendido nesta pequena mudança baseada num simples elemento de design é mínimo e obtém grandes resultados!
  • Usar contrastes entre cores para destacar uma área. Se pensa que ao usar muitas cores diferentes está a chamar a atenção… está correto. Mas o problema é que está a chamar a atenção do utilizador para todos os lados. É um erro comum em design que não deve cometer. Use cores fortes apenas para o que deseja chamar a atenção. Cores como laranja, azul e verde são ótimas para incentivar uma ação, por exemplo, e se poder usar cores amenas como o cinza ou preto, para contrastar, excelente. Essas áreas mais coloridas vão-se destacar mais facilmente.
  • Reduzir a quantidade de cores para apenas três: uma cor amena (cinza e/ou preto) e duas cores fortes (azul e laranja, por exemplo). Deve usar uma cor que se destaque do resto da página ou uma que faça sentido de acordo com a imagem ou logótipo da marca (desde que não destoe).
  • Ter atenção ao número de campos. Muitos campos num formulário só servem para desmotivar e afastar potenciais clientes. O ideal é não usar mais de sete campos num formulário mas se tiver mesmo de exibir um formulário longo, reduza os campos e cinja-se ao essencial. É verdade que o objetivo das landing pages é precisamente a angariação do maior número de contactos possíveis mas isso não quer dizer que tenha de recolher vários tipos de informação sobre um prospect. Veja o que é de facto essencial nesta fase de divulgação.
  • Utilizar setas para guiar o utilizador para uma ação. Como sabe, a mente humana está treinada para seguir a direção de setas. Utilize-as na sua landing page para guiar o visitante na direção desejada: a sua empresa! No entanto, não deve abusar de setas senão corre o risco de obter o efeito contrário ao desejado: o visitante perde-se pelo caminho.
  • Deixar a sua página com algum espaço livre. Se a sua landing page estiver completamente ocupada com imagens e textos, não respira. E se isso acontecer torna-se confusa e desagradável para o visitante. Assim, para destacar convenientemente a sua chamada para a ação, convém que a coloque de uma forma que lhe deixe espaço livre em volta. O simples facto de ter zonas livres em volta, torna-a mais atrativa. Além disso, cada pixel na sua landing page deve estar no seu devido lugar. Crie espaço para itens diferentes e evite muito espaço para itens semelhantes. E não se esqueça de que a separação desses itens através de espaço livre torna a landing page mais fácil de ser visualizada.
  • Reforçar sua call to action com um suporte. O utilizador antes mesmo de clicar na landing page já está a pensar no que vai acontecer após o clique. E é nesta fase que ele toma (ou não) a decisão. Ora, se reforçar desde logo os benefícios para o utilizador em aceder ao seu convite, será mais fácil atingir o sucesso. Use elementos como o título, texto e imagem para que ele perceba o que vai receber mas use também alguma credibilidade social, através de depoimentos. Ganha um lead e promove a imagem da sua empresa! Isso porque está a comprovar a qualidade do seu trabalho. E quem não gosta de aceder a algo que já tem boa fama? Portanto, ao utilizar depoimentos perto da sua call to action, está a livrar o utilizador de barreiras psicológicas que poderiam impedi-lo de passar à ação. Assim, utilize um depoimento de uma personalidade importante da sua área de atuação ou de um cliente fiel para reforçar o que a sua empresa tem para oferecer.
  • Usar vídeos, se possível. Se tiver recursos para utilizar vídeos, utilize-os na sua landing page, além de muito apelativos, cortam com a monotonia do texto sem deixarem de transmitir informação suficiente para levar o utilizador a algum tipo de ação.

É fácil, simples e prática a utilização de landing pages. E os resultados podem-se traduzir em leads. Muitos leads!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação, exerce atualmente a atividade de Técnica de Marketing na PC.Clinic. Adora as estratégias online para difusão de marcas, produtos e serviços de empresas mas gosta mais ainda de as usar para ir ao encontro dos desejos e necessidades dos consumidores mais exigentes. Pelo meio não consegue largar a produção de conteúdos de qualquer género e em qualquer tipo de suporte. Para ela escrever é dançar com as letras. É brilhar, rodopiar, suar, cansar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar.
Deixe um Comentário