Bem-vindo ao pme.pt

Apoio Digital para o Crescimento da Sua Empresa: Transforme a Sua Presença Online de Forma Fácil e Acessível

Como a Semana de Quatro Dias Está a Transformar o Mundo do Trabalho

Um estudo recente revela que a redução da semana de trabalho não só beneficia os trabalhadores, mas também as empresas. Será este o futuro do trabalho em Portugal?

Vamos todos imaginar num mundo onde as segundas-feiras deixam de ser aquele cliché monotono e as sextas-feiras são sempre de descanso. Parece um sonho, não é? Pois, para algumas empresas em Portugal, este sonho já é a realidade. A semana de quatro dias está a ganhar terreno e, surpreendentemente, não é apenas os trabalhadores que estão a sorrir.

Num mundo pós-pandemia, onde o equilíbrio entre vida pessoal e profissional ganhou uma nova importância, um grupo corajoso de empresas portuguesas decidiu desafiar o status quo. Um estudo recente, que envolve 41 empresas e mais de mil trabalhadores, lançou luz sobre os efeitos desta mudança radical na forma como encaramos o trabalho.

Resultados gerais do estudo

O estudo, que envolveu empresas de diversos setores e formatos, principalmente em Lisboa e Porto, revelou resultados surpreendentes. Das 41 empresas participantes, apenas quatro decidiram regressar à semana tradicional de cinco dias. Isto significa que mais de 80% das empresas optaram por manter o novo modelo. Mas o que levou a esta decisão quase unânime?

Benefícios para os trabalhadores

A resposta está, em grande parte, nos sorrisos dos trabalhadores. O estudo mostrou que 93% dos participantes gostariam de continuar com a semana de quatro dias, e não é difícil perceber porquê, a redução da semana laboral resultou em menos exaustão e desgaste, melhorando tanto a saúde mental como a física dos trabalhadores.

Impacto nas empresas

Agora, você ficou a pensar, “Tudo muito bonito para os trabalhadores, mas e as empresas? Não vão sofrer com menos um dia de trabalho?” Surpreendentemente, não! As empresas participantes relataram poupanças energéticas e uma redução na rotação de funcionários, o ambiente de trabalho melhorou, o absentismo diminuiu e a atratividade no mercado de trabalho aumentou. Parece que trabalhar menos pode, na verdade, significar trabalhar melhor!

Desafios da implementação

Claro que nem tudo são rosas. A mudança para uma semana de quatro dias requer uma reorganização profunda, segundo os investigadores, as empresas que fizeram mais mudanças internas tiveram mais sucesso com o novo modelo, é como reorganizar a nossa casa, no início pode parecer caótico, mas no final, tudo fica mais eficiente e agradável.

Plano de implementação a longo prazo

Os investigadores não se ficaram pelos resultados. Propuseram um plano ambicioso de 10 anos para implementar a semana de quatro dias em Portugal. O plano inclui testes, incentivos fiscais e até mesmo regulamentações no Código do Trabalho. Também sugerem uma colaboração europeia para reduzir o tempo de trabalho. Parece que Portugal pode estar prestes a liderar uma revolução laboral à escala europeia!

O exemplo Brasileiro

Não é só em Portugal que estão a estudar a semana de 4 dias, 22 empresas brasileiras decidiram embarcar na mesma experiência, reduzir a semana de trabalho para quatro dias. Um estudo conduzido pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças – IBEF Paraná, iniciou-se em janeiro de 2024 e os resultados são, parecidos. O estudo brasileiro não foi uma simples redução de horas de trabalho. As empresas participantes passaram por um processo de formação entre setembro e outubro de 2023, preparando-se para a grande mudança, durante três meses, estas organizações operaram com uma semana de quatro dias úteis, sendo cuidadosamente monitorizadas para avaliar os impactos desta mudança radical. O estudo indica que a semana de quatro dias pode aumentar a produtividade e melhorar o cumprimento de prazos. Parece que, quando se tem menos tempo, aprende-se a usá-lo melhor. Verificou-se que a criatividade também recebeu um impulso. Será que menos tempo no escritório significa mais espaço mental para ideias inovadoras florescerem? As empresas precisaram de formação e adaptações para implementar o novo modelo com sucesso.

Reflexões sobre o futuro do trabalho

Mas será que isto é realmente o futuro? Ou é apenas uma moda que vai passar? As evidências sugerem que pode ser mais do que uma tendência. A semana de quatro dias parece responder a várias questões fundamentais sobre o trabalho e a vida, como podemos ser mais produtivos? Como podemos ser mais felizes? Como podemos criar um mundo do trabalho mais justo e equilibrado?

Sabia que…?
93% dos trabalhadores querem continuar com o novo modelo.
Apenas 4 em 41 empresas voltaram à semana de cinco dias.

A semana de quatro dias não é apenas uma mudança de horário. É uma mudança de paradigma. É uma forma de repensar o trabalho, a produtividade e o bem-estar. E, surpreendentemente, parece beneficiar tanto os trabalhadores como as empresas.

E você, caro leitor? Já imaginou como seria a sua empresa, ou a sua vida, com uma semana de quatro dias? Talvez esteja na hora de considerar esta possibilidade. Afinal, o futuro do trabalho pode estar mais perto do que imaginamos.

Para aprofundar este tema, recomendo a leitura do livro “The 4 Day Week” de por Andrew Barnes com Stephanie Jones, um dos pioneiros deste movimento a nível global, neste livro, encontrará mais detalhes sobre como implementar este modelo e os seus benefícios a longo prazo.

"The 4 Day Week" de por Andrew Barnes com Stephanie Jone

Obrigado por dedicar o seu tempo à leitura deste artigo. Esperamos tê-lo feito refletir sobre o futuro do trabalho em Portugal e no mundo. Não se esqueça de subscrever a nossa newsletter no rodapé do site para receber mais artigos como este. Até ao próximo artigo, onde continuaremos a explorar as tendências que estão a moldar o futuro das PMEs!

Newsletter

Fique por Dentro das Novidades, Subscreva a Nossa Newsletter! E o melhor de tudo? É gratuito! Basta inserir seu e-mail no campo abaixo e clicar em "Subscrever". É rápido, fácil e seguro.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

MAIS ARTIGOS

Como Criar um Plano de Negócios

Um plano de negócios bem estruturado é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Ele serve como um mapa abrangente, orientando os empreendedores e proprietários de empresas em todas as etapas do processo.

Segredos do Search Engine Marketing

Neste artigo vamos explorar os fundamentos do Search Engine Marketing (SEM), as suas vertentes, tendências emergentes e a importância dos motores de busca no processo de tomada de decisão do consumidor.

A Evolução e Importância do SEO

A presença online sólida é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, com bilhões de pesquisas realizadas diariamente nos motores de busca como o Google, otimizar a visibilidade e os rankings dos nossos websites tornou-se uma prioridade estratégica e de sobrevivência.

Como Criar um Website Profissional para a Sua Empresa

O mundo ligado à Internet exige que as empresas tenham uma presença online forte. Um website profissional é a pedra angular para estabelecer a sua identidade de marca, comunicar com os clientes e vender produtos e / ou serviços online.

Cibersegurança: 10 Medidas Recomendadas para PMEs

Como podem as pequenas e médias empresas garantir que os funcionários estão devidamente formados nos fundamentos da cibersegurança?

Ransomware: A Ameaça Ciberlucrativa

O que é o Ransomware? É um tipo malware insidioso que encripta os dados das vítimas, tornando-os inacessíveis até que um resgate seja pago.

Gestão e Resolução de Conflitos nas Pequenas e Médias Empresas

Os conflitos são inevitáveis em qualquer ambiente de trabalho, especialmente nas pequenas e médias empresas (PMEs), onde as interações pessoais são mais próximas e intensas.

Conduzir Reuniões de Sucesso

Neste artigo vamos tentar resumir as melhores práticas para conduzir reuniões produtivas e envolventes, desde o planeamento até ao follow-up.

Conteúdo
Como a Semana de Quatro Dias Está a Transformar o Mundo do Trabalho
pme.pt Portal PME

Usamos cookies para que o site funcione corretamente, personalizar conteúdo e anúncios e para analisar o nosso tráfego.
Consulte a nossa política de privacidade.