Bem-vindo ao pme.pt

Apoio Digital para o Crescimento da Sua Empresa: Transforme a Sua Presença Online de Forma Fácil e Acessível

Emprego e Formação Profissional Últimos Artigos

Vestuário Para Uma Entrevista De Emprego

Vestuário para uma entrevista de emprego. Proibido. Stop!

Não, não vamos listar o que deve vestir numa entreviste de emprego. Vamos apontar algumas roupas e acessórios que deve pôr de lado, já, independentemente da vaga de trabalho a que se candidata.

A roupa ideal para uma entrevista de emprego varia em função do nível de formalidade da empresa, do ramo de atividade e da função para a qual se candidata mas ainda assim há roupas que por unanimidade não são bem aceites. É um facto. Por isso, não vale a pena arriscar. Não se esqueça que a primeira impressão é sempre muito importante. Se quer ocupar a vaga em causa não pode errar na escolha do vestuário e acessórios que vai usar. A sua aparência, por melhor e mais moderna que seja, não se deve sobrepor às suas competências. Pelo contrário, deve apenas passar a ideia de que é um profissional competente. E asseado. Claro que há profissões que exigem um vestuário diferenciado e outras em que pode perfeitamente aparecer de calças de ganga, mas regra geral os entrevistadores simpatizam com um visual mais formal e clássico e antipatizam com pessoas que aparecem com roupas demasiado vistosas, sujas, desleixadas, com decotes e cores berrantes. Por isso saiba o que deve MESMO evitar.

vestuário entrevista emprego

1. Roupas desconfortáveis

Não vá incomodado para a entrevista de emprego com os sapatos demasiado apertados que comprou por impulso em época de saldo ou com as calças azuis escuras, lindas de morrer mas demasiado justas ou com a sua camisa branca favorita, a mesma que tem vida própria e teima em se desabotoar sozinha… ou com a camisola de caxemira que infelizmente é muito curtinha e deixa-lhe a barriga à mostra. Não! Uma entrevista de emprego já é suficientemente desconfortável para levar roupa com a qual não se sente bem. Não é boa ideia ficar o tempo todo (também) preocupado com isso. Opte por roupa com que se sente confortável. Se estiver bem consigo mesmo, com a sua imagem, passa uma impressão de tranquilidade ao entrevistador que só poderá ser benéfica para si. Afinal o que pretende é arranjar emprego, não é verdade?

2. Roupas muito formais

Não vá para a entrevista de emprego com a roupa que levou ao baile de finalistas ou ao casamento da sua prima. É um momento mais formal, sim, mas não é uma festa de gala! Se se vestir de maneira formal demais, com fato completo, vestido comprido, etc, vai parecer arrogante ou pateta.

3. Roupas muito informais

Nem 8 nem 80. Nada de roupas demasiado formais nem demasiado informais. Por muito que goste da sweatshirt vermelha com capuz, pense duas vezes antes de a vestir. Atenção que as suas calças de ganga preferidas (sim, as que estão roçadas no joelho direito) também não são uma opção. Nem tão pouco os ténis que comprou ontem. São novos, ok, mas com sapatos vai melhor. E antes de sair de casa, tente informar-se sobre o código de apresentação da empresa para a qual está em vias de ir trabalhar para não correr o risco de parecer muito simples mesmo vestindo as suas melhores roupas ou muito profissional mesmo vestindo as suas roupas mais casuais.

4. Roupas muito modernas

Não vá assim! Sabemos que as calças descaídas com os boxers à mostra estão na moda, sim, mas para uma entrevista de emprego nunca. Frente a um recrutador não tem necessidade de demostrar como é moderno. Tente manter-se numa onda clássica com um toque atual. Evite roupas curtas, coloridas, decotadas ou qualquer outra inovação recente do mundo da moda que o possa comprometer. Não se esqueça que a ideia é arranjar emprego.

5. Roupas desleixadas

Psst! Volte para trás! Essa camisola tem borbotos e as calças são demasiado largueironas. Mude de roupa antes de se apresentar na entrevista. E escolha umas calças e uma camisa sem ser ao calhas, sim? Verifique se as peças combinam entre si e, principalmente, se estão em boas condições. Veja se não vai usar roupa suja, rasgada ou por engomar porque isso só poderá transmitir uma coisa: falta de cuidado com a sua aparência. E se não teve cuidado é natural que o entrevistador entenda como falta de interesse para ocupar a lugar em causa.

6. Combinações invulgares

Se é excêntrico e gosta de combinar uma camisa de riscas coloridas com calças estampadas, evite aparecer assim numa entrevista de emprego. A roupa que veste pode ser uma forma particular de mostrar a sua personalidade mas e se o entrevistador não simpatizar com o seu gosto peculiar, como é? Vá aos poucos. Numa primeira fase mantenha um estilo aprovado por unanimidade, sim?

7. Roupas com padrões ou cores berrantes

Mesmo que o cor de laranja florescente esteja na moda (que não está) e o verde alface seja a cor da estação (que não é) não use esses tons. As cores mais ousadas e chamativas devem ficar na gaveta quando for a uma entrevista de emprego. Dê apenas destaque a si próprio.
 
8. Acessórios chamativos

Gostava de levar para a entrevista de emprego aquele boné amarelo ou a tshirt do Sporting? Gostava mas não o aconselhamos a usar. Evite acessórios demasiado chamativos como colares, brincos, malas, anéis e evite ainda mais usá-los em conjunto. Opte por acessórios simples e discretos, use-os em pouca quantidade e vista-se de forma regrada. Não vale a pena chamar a atenção para a sua roupa, porque o que interessa ao entrevistador são as suas competências.

E agora, bem vestido, pode ir seguro da (boa) impressão que a sua imagem vai causar. O resto é consigo!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Procura

LER ARTIGOS

Como Criar um Plano de Negócios

Um plano de negócios bem estruturado é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Ele serve como um mapa abrangente, orientando os empreendedores e proprietários de empresas em todas as etapas do processo.

Segredos do Search Engine Marketing

Neste artigo vamos explorar os fundamentos do Search Engine Marketing (SEM), as suas vertentes, tendências emergentes e a importância dos motores de busca no processo de tomada de decisão do consumidor.

A Evolução e Importância do SEO

A presença online sólida é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, com bilhões de pesquisas realizadas diariamente nos motores de busca como o Google, otimizar a visibilidade e os rankings dos nossos websites tornou-se uma prioridade estratégica e de sobrevivência.

Como Criar um Website Profissional para a Sua Empresa

O mundo ligado à Internet exige que as empresas tenham uma presença online forte. Um website profissional é a pedra angular para estabelecer a sua identidade de marca, comunicar com os clientes e vender produtos e / ou serviços online.

Cibersegurança: 10 Medidas Recomendadas para PMEs

Como podem as pequenas e médias empresas garantir que os funcionários estão devidamente formados nos fundamentos da cibersegurança?

Ransomware: A Ameaça Ciberlucrativa

O que é o Ransomware? É um tipo malware insidioso que encripta os dados das vítimas, tornando-os inacessíveis até que um resgate seja pago.

Gestão e Resolução de Conflitos nas Pequenas e Médias Empresas

Os conflitos são inevitáveis em qualquer ambiente de trabalho, especialmente nas pequenas e médias empresas (PMEs), onde as interações pessoais são mais próximas e intensas.

Conduzir Reuniões de Sucesso

Neste artigo vamos tentar resumir as melhores práticas para conduzir reuniões produtivas e envolventes, desde o planeamento até ao follow-up.

Conteúdo

Vestuário Para Uma Entrevista De Emprego

Usamos cookies para que o site funcione corretamente, personalizar conteúdo e anúncios e para analisar o nosso tráfego.
Consulte a nossa política de privacidade.