Vantagens e desvantagens de trabalhar a partir casa

trabalhar em casa

A Ana concilia a vida profissional e familiar e ainda poupa uns tostões com o centro de tempos livres dos miúdos. O Pedro é incapaz de respeitar horários e perde-se a assistir a séries na televisão e a conversar com os amigos pelo Facebook. A Filipa emprega o tempo que poupa nas viagens para o local de trabalho em atividades laborais em casa, mas o Hugo acaba por ficar na cama até tarde, principalmente nos dias de chuva. A Madalena reduziu os níveis de stress e aumentou a sua produtividade. Já o Miguel aumentou a conta da luz, porque tem sempre o aquecimento central ligado! A Sónia adora o sossego do lar, o Luís implora por companhia… E você? Conhece as vantagens e desvantagens de trabalhar a partir de casa?

Sim, há cada vez mais pessoas a trabalhar a partir de casa e são cada vez mais as empresas que autorizam o teletrabalho ou home office aos seus colaboradores, mas aquilo que para uns pode ser um sonho, é para outros um verdadeiro pesadelo. Trabalhar a partir de casa tem, como é evidente, as suas vantagens e desvantagens, pelo que antes de tomar uma decisão deve conhecer bem os prós e os contras e relacioná-los com a sua personalidade. Isso porque para ser bem-sucedido, necessita de possuir uma série de características específicas, tais como capacidade de concentração, organização, força de vontade, responsabilidade e compromisso. E mesmo assim, pode sentir que os prós não são mais pertinentes que os contras! A questão agora é que, se nunca trabalhou no aconchego do lar ou se começou recentemente a fazê-lo, precisa de ajuda para perceber quais são as principais vantagens e desvantagens de trabalhar a partir de casa, não é verdade? Acompanhe-nos!

Clique aqui e saiba como ser mais produtivo no trabalho em casa!

Principais vantagens de trabalhar a partir de casa

Começamos com aquela que, para muitas pessoas, é a maior e a melhor vantagem de trabalhar a partir de casa: poder conciliar a vida profissional com a pessoal e familiar. Sem esquecer que no caso de ter filhos pequenos, é possível poupar dinheiro em CTLs, ATLs e afins!

Depois, evitam-se as deslocações diárias – e às vezes demoradas – para o local de trabalho, o que lhe permite poupar tempo (em média 1 a 2 horas por dia) e dinheiro em combustível ou transportes públicos.

E, claro, não precisa de perder tempo a procurar um lugar para estacionar nem pagar parquímetros!

Também terá, à partida, menos despesas com o pequeno-almoço e almoço.

Pode trabalhar em qualquer lado, ou seja, se o dia estiver bonito pode transferir o escritório para uma esplanada ou um jardim, por exemplo.

Não precisa de se levantar sempre muito cedo ou levantar-se sempre à mesma hora, até porque não há trânsito algum para enfrentar… nem patrão a quem prestar contas!

Tem uma maior liberdade para gerir o seu tempo, até se pode envolver em atividades em horário laboral ou simplesmente passar mais tempo com a família ou dedicar-se a um novo hobby, se assim o desejar (embora isso exija muita disciplina).

Não há interrupções por parte de colegas de trabalho nem conversas de corredor. Além disso, o ruído de fundo é menor e por isso, trabalhar a partir de casa traz mais sossego e consequentemente, mais produtividade.

Reduz os níveis de stress, se for o caso, pois em casa pode, a qualquer momento, fazer uma pausa para dar um passeio ou cantar uma música bem alto ou mesmo soltar palavrões… tudo o que o ajude a ultrapassar uma situação de trabalho mais complicada. E o simples facto de ver reduzido o stress a que está sujeito, contribuir para um aumento da sua produtividade, melhoria do seu desempenho e também da sua saúde!

É por fim, é mais confortável e cómodo trabalhar a partir de casa, no aconchego do lar, não é verdade?

Hum… será que o home office é para si?

Principais desvantagens de trabalhar a partir de casa

Para começar pode sentir dificuldade em separar a vida pessoal do trabalho, pois pode não conseguir encontrar um ponto de equilíbrio e acabar por trabalhar muito ou muito pouco, se se revelar incapaz de estabelecer horários.

Terá maiores custos com água e eletricidade, principalmente no inverno.

Sentirá alguma falta de ânimo para se levantar cedo e começar a trabalhar quando sabe que não há nenhum ponto a picar ou horário a cumprir.

Sentirá também uma certa facilidade em se distrair em casa porque não há ninguém a controlar o trabalho: redes sociais, televisão, hora de almoço alargada, lides domésticas, crianças, cão, etc.

Verá que é um trabalho solitário. É verdade que pode estar mais tempo com a sua família, dar passeios mais demorados com o cão e até praticar algum desporto todos os dias, mas também é verdade que se acabaram os almoços entre colegas, aquele copo ao final do dia, a troca de confidencias durante o intervalo para o café, etc, pelo que é preciso algum esforço para não entrar em depressão devido ao isolamento.

Poderá contar ainda com dificuldades em se manter a par dos novos projetos e progredir na carreira profissional.

E por fim, há uma necessidade óbvia de investir do seu bolso em material de trabalho e tecnologia, nomeadamente smartphone, computador, programas informáticos, sistemas de comunicação, etc.

Em conclusão, há pessoas que preferem trabalhar a partir de casa e têm conseguido estabelecer um esquema para se organizarem e serem produtivas. Outras preferem ir para escritório. E você? Faz parte de que grupo?

E agora que conhece as vantagens e desvantagens de trabalhar a partir de casa, clique aqui e fique a conhecer também as vantagens e desvantagens de trabalhar num open space.

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário