Como Fazer Email Marketing De Sucesso

email marketing

Como Fazer Email Marketing De Sucesso

Se já percebeu que não há como recusar as poderosas ferramentas do marketing digital e quer começar por uma campanha de email, siga, passo a passo, as nossas sugestões e veja como só tem a ganhar.

email marketing

1º PASSO

Antes do envio da campanha

a) Planeie a campanha

Antes de começar a investir em email marketing, precisa ter consciência do motivo que o leva a publicar uma campanha e do objetivo da mesma. É preciso determinar o conteúdo, o aspeto, o ou os canais e a periodicidade da campanha. Depois de estar tudo planeado, avance!

b) Não compre listas de emails

Está proibido de comprar uma lista de email. Parece tentador mas não é funcional nem credível. Uma lista comprada pode destruir a sua reputação, ainda que tenha uma campanha bem planeada, além de alimentar uma prática desonesta de entrar em contato com quem nunca lhe conferiu esse direito.

c) Prepare a base de dados

Uma base de dados com bons contactos é fundamental para alcançar bons resultados. A sua lista deve conter endereços de email de pessoas que têm o perfil de consumidoras do seu produto ou serviço. Estes contatos podem ser listados por meio das redes sociais, cadastro no seu site, atendimento ao cliente, lojas físicas, etc.

d) Segmente o seu público

Deve segmentar a sua base de dados, para que a campanha seja ainda mais produtiva. Separe os contactos por intervalos de idade, sexo, interesses, localização geográfica, frequência de compra, etc. Ao enviar campanhas de acordo com cada perfil, as hipótese de que o email seja aberto são muito maiores. E tendo uma ideia mais nítida do que os seus diferentes segmentos consideram interessante, pode ter a certeza de que as suas ofertas estão mais personalizadas para atender às necessidades dos grupos.

e) Considere o envio de diferentes emails

Use a sua campanha por email marketing para passar uma mensagem de acordo com o perfil do consumidor. Se necessário, considere o envio de diferentes emails para diferentes segmentos da sua base de dados.

f) Acerte na frequência

A não ser que tenha autorização da pessoa cadastrada para envios mais frequentes, restrinja-se aos emails quinzenais ou, no máximo, semanais. O excesso de emails pode gerar uma imagem negativa da sua empresa.

2º PASSO

A preparar-se para o envio da campanha

a) Invista no envio

Se não tiver um profissional de web marketing na sua empresa nem ninguém qualificado para o ajudar no envio de email marketing, recorra a uma empresa especializada.

b) Tenha atenção ao conteúdo

Todos os dias recebemos dezenas ou centenas de mensagens que filtramos através do assunto. Para aumentar as hipóteses de abertura do email, é importante que…

Invista em frases que chamem a atenção. E para isso é aconselhável que os títulos demonstrem uma aproximação com as preferências das pessoas, de acordo com os segmentos que já agrupou.

Evite frases como “clique aqui”, “só hoje”, “trabalhe a partir de casa” ou “ganhe dinheiro”, além de que com estes títulos só aumenta as hipóteses do seu mail ser considerado SPAM.

Não esqueça que até pode ter um bom conteúdo mas se o título não chamar a atenção, o leitor pode não chegar a abrir o seu email. Em vez do “clique aqui” escreva “ganhe dinheiro extra em 10 minutos”.

Não envie um email só por enviar. Se não tem um conteúdo capaz de atrair o consumidor, fique quieto. Se tem um conteúdo interessante, então sim, aproveite para conquistar consumidores com essas ofertas especiais, novos produtos, seja o que for que vá despertar o desejo de saber mais.

Envie mensagens não comerciais. Nada de propaganda! Ofereça informações úteis para que os seus contactos continuem a querer receber os emails da sua empresa. E assim, quando for mesmo obrigatório o envio de uma propaganda, já tem a confiança das pessoas.

Se possível, ofereça algo gratuitamente. Não há melhor forma para atrair as pessoas do que a palavra “oferta” ou “gratuito”. Ofereça alguma ferramenta, brinde, artigo, ebook ou qualquer coisa que possa ter valor para os visitantes do seu site.

Personalize os seus emails. Utilize o seu nome em vez do nome da empresa. É mais fácil estabelecer uma relação pessoal que comercial. Em vez de enviar um email cujo título é “10 produtos com desconto” envie um que diga “António Silva, temos 10 produtos com desconto para si”.

Claro que para ter o nome das pessoas que constam da sua base de dados necessita de o solicitar no momento da recolha de informações pessoais e é possível que algumas desistam assim que perceberem que esse campo de resposta é obrigatório. No entanto vale a pena tentar porque a lista de contactos final será, em última análise, mais interativa, mais predisposta a abrir os seus emails.

Evite emails longos. Vá direto ao assunto. Hoje em dia ninguém tem tempo a perder com textos extensos por isso convém ser breve e objetivo. E escreva logo na primeira linha da sua campanha o que tem para oferecer.

Ajude. Se os seus contactos o virem como um “amigo” em quem podem confiar ficam tentados a dar mais atenção ao seu email. Procure também ajudar o leitor em todas as suas questões e dúvidas.

Explique às pessoas porque estão a receber os seus emails. Convém dar a entender às seus leitores por que é que estão a receber informação da sua empresa e indicar quando, como ou onde se cadastraram, isto porque está provado que se uma pessoa recebe um email e não se lembra ou não entende por que é que lho enviaram, é maior a probabilidade de assinalar a opção “remover” ou marcar o email como SPAM.

Pare de falar da sua empresa. Não interessa se é o aniversário da sua empresa, se os seus produtos são bons e os seus serviços de excelência quando o consumidor apenas quer saber o que ganha com isso. Ora, dê-lhe essa indicação, apenas. Em vez de “nós temos os melhores serviços de limpeza do mercado” diga “os nossos serviços de limpeza nunca deixaram um cliente insatisfeito” ou “serviços de limpeza a pensar na sua empresa” ou “serviços de limpeza à sua medida” ou “se procura um serviço de limpeza eficaz, clique aqui”…

Não abuse nas imagens. Alguns dos serviços de email pedem ao leitor para confirmar o uso de imagens e acabam por funcionar como uma barreira entre seu conteúdo e a pessoa que quer contactar. Um email com várias imagens, pode não aparecer corretamente e assim diminuir a taxa de leitura.

Insira links. Não seja poupado no que respeita a links porque quantos mais links tiver no email, melhor, maior é a probabilidade de serem clicados. Mas lembre o leitor dos benefícios que terá ao clicar nos links e não exagere.

Utilize ligações para redes sociais. Inclua nos seus emails os botões de acesso às redes sociais para convidar o seu público a iniciar ou manter a relação com a sua empresa no Facebook, Twitter, YouTube, etc. E assim terá mais oportunidades de difundir as suas mensagens.

Utilize o P.S. Depois da despedida utilize um P.S. (post scriptum) para levar as pessoas a agir (call to action), por exemplo, clicando num link. Em vez de ocupar espaço a enumerar outros produtos com desconto, cinja-se ao essencial no corpo da campanha e no P.S. escreva apenas “outras novidades que lhe podem interessar”.

Disponibilize sempre um link para remover a subscrição de modo a que quem queira remover o cadastro o possa fazer. Afinal não lhe interessa contactar quem não quer ser incomodado. E, por outro lado, como estas práticas são tidas como obrigatórias em email marketing, se não o fizer mancha o nome da sua empresa.

Não use imagens ou anexos pesados. Caso queira disponibilizar arquivos grandes para o recetor, gere um link que o conduza a eles. Nunca os incluía como anexos à mensagem.

Use um ícone para call to action. O ícone chave do seu email, call to action ou por outras palavras, a chamada para a ação, é a forma mais rápida para gerar interação entre o seu leitor e a campanha em causa. É com este ícone que consegue que os potenciais clientes entrem na página que deseja. Pode coloca-lo no final do email (sendo que neste caso fica invisível para os leitores que não chegam a ler todo o email) ao longo do email ou mesmo no início. O ideal é fazer com que o leitor não precise de perder muito tempo para encontrá-lo.

c) Automatize as campanhas

Se automatizar as campanhas de email marketing fica com mais tempo para outras tarefas. Faça-o com base em eventos ou comportamentos dos seus contactos.

d) Otimize as campanhas para equipamentos móveis

Como sabe, é grande a percentagem de pessoas que abrem os emails em tablets e smartphones, por isso procure um software de email que seja adequado à receção de mensagens em vários equipamentos, ou seja, que adapte a mensagem enviada ao tamanho e largura dos aparelhos.

e) Teste a campanha

Antes de enviar a campanha aos seus contactos, teste-a. Só assim consegue identificar a tempo possíveis problemas que podem relacionar-se com capacidade de entrega, assuntos, links, mensagens, imagens, textos, cores e até mesmo com o tipo de promoção.

3º PASSO

Após o envio da campanha

a) Melhore as taxas de cliques

A sua campanha pode ter tido sucesso, sim, mas é sempre possível aumentar a taxa de cliques. As métricas que lhe indicam o número de emails abertos são muito importantes mas não deve esquecer-se de avaliar também os dados de navegação no seu site, número de visitas, partilha de informação nas redes sociais e todas as informações relacionadas com o comportamento dos seus leitores.

b) Melhore a segmentação

Após o envio da campanha e com os resultados obtidos na mão, pode começar a combinar as segmentações tradicionais (demográfica, dados pessoais, etc) com dados comportamentais específicos para criar segmentações mais complexas quem tenham mais sucesso em termos práticos.

Se tiver conhecimento de quem abriu cada email, onde clicou, quanto tempo demorou na pesquisa, que produtos visionou, que serviços comprou, etc, consegue criar campanhas futuras ainda mais personalizadas e, consequentemente, mais eficazes.

E não se assuste porque os relatórios de campanhas de email marketing não requerem grandes volumes de dados em Excel nem horas de processamento de números. Seguramente existem painéis de instrumentos (dashboards) na sua solução de email marketing que lhe permitem obter os detalhes num formato legível, fácil e rápido de compreender.

c) Continue testando

Teste constantemente e de forma contínua os envios, os modelos de títulos, formatos de conteúdos, links, etc. Se não testar não sabe se funciona, se não sabe se funciona, não evolui.

Ponha em práticas estas sugestões para email marketing e aproveite o que de melhor tem para lhe oferecer esta excelente ferramenta para angariar clientes e aumentar a fidelidade dos seus contactos.

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação, exerce atualmente a atividade de Técnica de Marketing na PC.Clinic. Adora as estratégias online para difusão de marcas, produtos e serviços de empresas mas gosta mais ainda de as usar para ir ao encontro dos desejos e necessidades dos consumidores mais exigentes. Pelo meio não consegue largar a produção de conteúdos de qualquer género e em qualquer tipo de suporte. Para ela escrever é dançar com as letras. É brilhar, rodopiar, suar, cansar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar.
Deixe um Comentário