Novas Tendências De Web Design Para Sites

tendências web design

Moda primavera/verão 2019: novas tendências de web design para sites

Gostava de melhorar a presença online da sua empresa? Ótimo! É só seguir as novas tendências de web design para aprimorar a apresentação dos seus produtos/serviços no ambiente digital, conquistar mais visitantes e, claro, aumentar as vendas. Mas avisamo-lo já que vai ter de sair da caixa! A moda primavera/verão 2019 dos sites, inclui roupas ousadas e acessórios dispendiosos.

Se está decidido a investir num site moderno e não se importa de o redesenhar a cada ano que passa, este artigo é para si. As novas tendências de web design poderão ser uma mais valia para atrair visitantes, encantar os clientes, diminuir a taxa de rejeição e aumentar as vendas. Mas antes prepare-se para sair dos padrões habituais e inovar. É que este ano, para ir ao encontro dos gostos e preferência dos visitantes e diferenciar-se da concorrência, tem de usar toda a sua criatividade!

Nenhuma tendência que possamos apresentar substitui as regras do web design – oferecer aos visitantes condições claras de navegabilidade, responsividade e interatividade – mas a verdade é que na Internet há uma necessidade de refresh constante a que nenhum site pode ficar imune. Preparado?

As sugestões que se seguem não são as mais fáceis nem as mais rápidas, mas asseguram resultados!

Ainda não iniciou a sua presença na Internet? Saiba como o fazer, clicando aqui.

1. Cores fortes e vibrantes

Coragem! Em 2019 a tendência é usar cores fortes e vibrantes. Porquê? Porque os utilizadores parecem agradados com o aspeto futurista e ousado dos sites que primam pela inovação e modernidade, usando cores atrativas, alternativas, fortes e – já agora – brilhantes. Amarelo, azul e coral, por exemplo. E a ideia é ligar essa audácia a técnicas visuais 3D com as transições das cores vivas de modo a destacar produtos ou serviços no site.

No entanto, deve procurar um equilíbrio entre cor e texto, para não confundir os visitantes. Quando o encontrar, as cores vão realçar detalhes sem sobrecarregar a área de visão e dar a ilusão de que existem elementos importantes vindos do fundo. o que leva a relações espaciais de distância e profundidade (muito em voga nos dias que correm, a propósito).

2. Layout transparente

Não leve esta dica à letra. Não queremos que o seu site seja uma espécie de homem invisível na Internet, o que sugerimos é que respeite as novas tendências de web design e seja constante e consistente, para evitar que os visitantes se sintam perdidos ou baralhados: use uma estrutura de navegação óbvia, organizado em grade, com espaços em branco para o conteúdo “respirar” e scroll infinito (quando a página atualiza as informações assim que chega ao fim, tal como o Facebook faz com o feed de notícias).

Saiba como ter um layout de fazer inveja.

3. Design com opções dinâmicas

Na hora de escolher ou renovar o design também deve levar em linha de conta as novas tendências de web design para sites que vamos enumerar de seguida:

Elementos flutuantes

Apesar de os elementos do seu site não poderem ganhar asas, sair do ecrã e viajarem em direção aos utilizadores, podem transmitir a sensação de movimento. Os elementos gráficos flutuantes estão em alta neste ano de 2019 porque dão a ideia de dinâmica e transmitem uma sensação de grande liberdade.

Formas orgânicas, oblíquas, fluídas, geométricas e assimétricas

“Ena tanta coisa!” Estará o leitor a pensar. E é verdade, mas calma que não tem de usar todos estes elementos nem tudo ao mesmo tempo. Contudo, e em primeiro lugar, deve despedir-se do ângulo reto de 90 graus e apostar em curvas em 2019. Não é uma estratégia amiga de sites responsivos, mas pode funcionar lindamente em equipamentos com ecrãs mais pequenos se aplicar a ideia com menor intensidade. Em segundo lugar, aposte em formas fluídas, geométricas e assimétricas, de preferência misturadas com cores fortes, porque são uma das novas tendências de web design para sites. E contra factos, não há argumentos.

Os desenhos orgânicos temáticos com linhas fluidas são os que melhor funcionam porque significam acessibilidade e conforto. Pelo fato de serem imperfeitos e assimétricos por natureza, ainda viabilizam profundidade a um site (muito em voga este ano, repetimos) e destacam os outros elementos da página.

Animação

Se até há pouco tempo era comedido na utilização de animações, visto que estas afetavam o carregamento da página, este ano mude de estratégia. Opte por incluir elementos animados no seu site, de modo a conferir movimento e interação, e tendo em conta que os sites modernos devem ter mais para oferecer do que imagens e textos estáticos. Porém, estes elementos animados que estamos a aconselhar deverão ser simples e subtis (transição suave para um botão ou efeito hover para uma seção, por exemplo) de modo a servir apenas como coadjuvantes para auxiliar os visitantes na compreensão de um produto ou para direcionar os seus olhares para uma promoção ou destaque na página em causa. O resultado é óbvio! Estes elementos ajudam na captação de leads e incentivam os utilizadores a permanecer, interagindo com a sua empresa. Ainda assim, não vá com demasiada sede ao pote porque a animação é fundamental nos tempos que correm, mas o excesso pode atrapalhar objetivos de conversão, levando os utilizadores a abandonarem o site.

Vídeos e gifs

As imagens estáticas já eram! Agora a tendência é usar gifs e vídeos que mostrem de forma rápida alguma coisa: como montar um produto ou executar determinada tarefa, por exemplo. Uma estratégia particularmente interessante em sites onde os utilizadores precisam de interagir com diferentes funções das páginas. E por falar em páginas, passe à próxima dica, por favor.

4. Transição dinâmica de páginas

A imaginação humana não tem limites, e já chegou, como deve ter percebido, à transição de páginas. Nada de ver um ecrã em branco nem que seja por um segundo! Há que incluir uma dinâmica diferente na mudança de páginas, inserindo efeitos visuais simples e tornando a experiência do visitante diferente, a tombar para o cativante.

5. Logotipos responsivos

Como sabe, a capacidade de um site ou de um elemento gráfico se adaptar a qualquer tamanho de ecrã (seja um desktop ou um smartphone) já é imperativa há anos. Algumas empresas parecem não ter dado conta disso, mas a sua vai dar um passo à frente da concorrência e colocar o logotipo responsivo, o que é o mesmo que dizer, ampliado ou reduzido, sem que haja a perda de qualidade, cortes ou alterações.

Aproveite para ler também o nosso artigo sobre como fazer um site responsivo.

6. Tipografia handmade

Por fim, o tipo de letra também contribui para a satisfação do visitante e uma das novas tendências de web design para sites, passa pela utilização de fontes handmade, mais artesanais, como se se estivesse a escrever à mão (desde que tenham uma boa leitura). Este estilo confere uma personalidade exclusiva ao seu site, quando usado estrategicamente em chamadas ou títulos em áreas próprias da diagramação. Porém (este é o ano dos excessos), tipografias mais extravagantes e artísticas também farão parte da coleção primavera/verão 2019, bem como a chamada tipografia grande que, como o nome indica, devido ao seu tamanho cumpre com eficiência um único, mas poderoso, objetivo: captar a atenção dos visitantes.

E agora que conhece algumas das principais tendências de web design para o seu site, reflita antes de começar a proceder a alterações: tal como outras tendências, também estas têm de ser adequadas à identidade da sua empresa para funcionarem bem. Na dúvida, não arrisque ou coloque o seu site na mão de especialistas porque… da cor à tipografia, há muito a fazer nesta primavera/verão para chegar ao site perfeito!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário