Teletrabalho: dicas para não perder o foco!

teletrabalho

Teletrabalho: conheça dicas para não perder o foco!

Dada a atual situação de pandemia e as novas medidas do governo para prevenção do novo Coronavírus, muitos portugueses estão em teletrabalho. Uma ínfima parte já funcionava assim antes da chegada deste vírus, e está habituada a trabalhar a partir de casa sem perder o foco. Mas o resto da população não tem (ainda) uma cultura de trabalho remoto e por isso anda a organizar-se como pode e a tentar encontrar respostas para cumprir com as sua tarefas atempadamente, em algumas leituras online, como a deste artigo!

É possível que parte das pessoas em teletrabalho neste preciso momento esteja de pijama vestido com o computador ao colo, ou a ver uma série na televisão ou no sofá a fazer scroll nas redes sociais. Ou a limpar o pó, a arrumar os armários da cozinha ou a passear o cão em horário de expediente… Se é o seu caso, saiba que sem uma cultura de trabalho remoto é difícil manter o foco e desviar-se de tantos desafios diários que podem roubar-lhe a atenção e reduzir a produtividade laboral. Mas trata-se de uma fase de adaptação que pode ser atribulada, sim, mas que vai ser ultrapassada com toda a sua força de vontade para chegar lá, ao último patamar: teletrabalho eficaz! Força de vontade e cumprimento das dicas para não perder o foco com o teletrabalho que vamos apresentar de seguida!

1. Cumprir um horário de teletrabalho

A primeira dica para não perder a produtividade com o teletrabalho é simples: respeite o horário de expediente! Se resolver fazer pausas a toda a hora para ler as notícias, ver programas na televisão, espreitar as redes sociais, estender a roupa, regra as plantas… vai ser difícil cumprir com as suas funções! Por isso, defina o seu horário de trabalho e cumpra-o à risca. Lembre-se que sem disciplina e organização, o trabalho remoto não funciona!

2. Evitar distrações em casa

O cumprimento da primeira dica leva-nos – ou deveria levar – diretamente ao cumprimento da segunda dica: evitar distrações. O problema é que passar cerca de 8 horas por dia no seu posto de trabalho em casa é difícil, até porque não existe ninguém a controlar. E por isso é preciso uma grande força de vontade para não dispersar com facilidade com as redes sociais e a televisão aí mesmo à mão de semear, entre outras distrações. Mas se não evitar distrações, vai acumular trabalho e prejudicar a sua carreira (e a sua algibeira) a curto/médio prazo!

3. Escolher um local para teletrabalho tranquilo

É verdade que o teletrabalho não implica forçosamente trabalhar em casa, pode perfeitamente fazê-lo a partir de uma esplanada, banco de jardim, biblioteca, etc. Mas em tempo de quarentena por causa do surto do novo Coronavírus, tem mesmo de se resguardar, ficar em casa e escolher um local de trabalho tranquilo, bem iluminado e silencioso. Claro que nem todas as pessoas têm uma divisão disponível para fazer de escritório, mas seguramente que conseguem encontrar um pequeno espaço onde colocar uma secretária e uma cadeira confortável.

Ter um espaço adequado, organizado e livre de distrações, como televisão, ajuda a manter o foco e aumentar a produtividade.

4. Fazer intervalos regulares

Não fique desanimado com a dica anterior, pois há uma forma de conseguir resistir facilmente a distrações: fazer pequenos intervalos para descansar e desligar do trabalho o tempo suficiente para depois recomeçar com mais empenho e energia. Um intervalo para brincar com o gato, preparar um lanche, beber um café, navegar nas redes sociais. Seguramente que tem muito que fazer aí em casa durante os intervalos, não é verdade? Só não pode é ultrapassar o tempo de descanso previsto (10/15 minutos), caso contrário, terá de regressar à primeira dica deste artigo!

5. Evitar trabalhar de pijama

É tentador, especialmente em tempo de quarentena, não tirar o pijama, mas alguns estudos revelam que trabalhar de pijama condiciona o cérebro e diminui o ritmo de produtividade, e a explicação é simples: o excesso de conforto pode deixar as pessoas mais lentas, pelo que o ideal é tirar o pijama e vestir uma roupa leve e confortável para encetar o seu dia de trabalho. Não precisa de vestir fato e gravata como se fosse para a empresa (esta é uma das vantagens do teletrabalho), mas precisa de fazer a ponte psicológica entre casa/trabalho.

6. Motivar-se durante os tempos livres

O teletrabalho numa época comum é intercalado com momentos de lazer que lhe permitem descontrair, divertir-se e recuperar energia. Mas em época de quarentena, fechado em casa sem mais nenhuma série ou filme para ver, pode ser difícil encontrar uma atividade que o ajude a manter o foco e o desejo de cumprir as suas tarefas profissionais. A sugestão ou a resposta para este problema está na sua criatividade e interesse pessoal: algumas pessoas gostam de experimentar receitas novas, outras de preparar um cocktail ou montar um ginásio em casa para fazerem os seus exercícios. Outras optam por aproveitar o tempo livre para arranjar o jardim, plantar ervas aromáticas na varanda, ler um livro, por as gavetas em ordem… e a si, o que mais o motiva?

Call-to-action

Não deixe de ler também o nosso artigo como ser mais produtivo no trabalho em casa.

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário