Site gratuito ou site profissional: quando deve escolher um ou outro

criar site user friendly

Site gratuito ou site profissional: quando deve escolher um ou outro

Seja um site gratuito ou site profissional, o importante hoje em dia é marcar presença na Internet, porque se um negócio, seja ele qual for, se não estiver on… está out!

Site gratuito ou site profissional? Há grandes possibilidades de expandir o seu negócio no digital tanto numa plataforma grátis como paga, mas antes de tomar uma decisão convém conhecer as vantagens e desvantagens dos dois modelos. Pode dar-se o caso de efetivamente não precisar de pagar por este serviço e ficar bem servido com um site grátis (pelo menos em início de atividade). Tal como pode dar-se o caso de ser melhor pagar para lhe construírem um site capaz de, no futuro, lhe dar um bom retorno desse investimento, atraindo mais clientes.

Site gratuito ou site profissional | Quando o site grátis é suficiente para o seu negócio

Em abono da verdade, não são muitas as situações em que um site grátis é suficiente para um negócio. Basicamente, resumem-se a dois casos em particular: quando precisa de marcar presença na Internet, mas não tem dinheiro para investir num site e quando quer começar um negócio (ou desenvolver um blog) e um site gratuito e com menos funcionalidades é suficiente para obter visibilidade no digital.

Vantagens do site gratuito

A grande e talvez a única vantagem do site gratuito, como o nome indica, é não ter custos! Consegue colocar um site online, pelo menos numa fase inicial, sem gastar nada, e este é um argumento com grande força para empresários que não têm budget disponível para marketing digital ou que, mesmo tendo algum orçamento disponível, não o querem gastar num negócio que pode não vingar.

Mas o custo zero não é a única vantagem do site gratuito! Regra geral, este tipo de plataforma é muito intuitivo e fácil de usar, pelo que não precisa de ter conhecimentos técnicos para criar um site relativamente engraçado, num ápice! Além disso, qualquer retorno desse “investimento” é lucro porque não investiu nada, não é verdade?

Desvantagens dos sites gratuitos

Naturalmente que os sites gratuitos têm algumas desvantagens e a primeira de todas é a uniformidade, ou seja, o facto do serem iguais ou muito parecidos com os sites de outras empresas que também optaram por plataformas grátis, e escolheram o mesmo design. É verdade que existem vários layouts ou temas disponíveis, mas isso não significa que tenha o exclusivo de alguma imagem. É que, apesar de o utilizador ter acesso a um programa de edição muito fácil de usar, não tem como personalizar: só pode usar templates ou modelos pré-existentes.

Os recursos disponíveis na versão gratuita também são escassos. E se de hoje para amanhã precisar de mais recursos ou ferramentas para atrair os seus clientes, pode fazer um upgrade, sim, mas tem de passar de um site grátis a um site com custos. E não é só! O espaço disponível para colocar o seu conteúdo não é dos mais recomendados para sites que pretendem exibir muitas imagens, textos, vídeos, etc. Se é possível aumentar o espaço de armazenamento? Claro que sim! Mas aí tem de pagar pelo serviço. E o mesmo acontece com a otimização SEO para motores de busca. Existem algumas ferramentas para o fazer, mas é necessário pagar para poder usufruir delas, ou seja, passar a sua versão gratuita para premium.

Outra desvantagem dos sites gratuitos é a obrigatoriedade de exibirem os anúncios das plataformas que estão a usar, visto que esta é a única forma dessas empresas ganharem dinheiro com as versões gratuitas. Assim, o site não é seu, é de uma dessas plataformas, não se esqueça disso. É evidente que o conteúdo lhe pertence, mas o alojamento não. Logo, se resolver contratar outra empresa de alojamento web… tem de contratar um site novo! E o mesmo acontece com o domínio, tem de usar o nome da plataforma associado ao nome do seu site ou da sua empresa. Por exemplo: www.nomedasuaempresa.wix.com. Usamos a Wix como exemplo porque é uma das plataformas mais conhecidas devido à facilidade de edição, mas existem outras igualmente interessantes como WordPress, Webnode e Mozzelo, entre outras.

Por fim, o sistema de segurança da informação numa plataforma gratuita não é dos mais aconselhados, embora nos sites pagos também possam ocorrer ataques de hackers.

Site gratuito ou site profissional? Gratuito!

Se não tem como investir num site pago, um site grátis é uma excelente opção para a sua empresa não deixar de marcar presença na Internet, além de que isso não invalida que, um dia mais tarde, faça um upgrade para um site profissional com mais funcionalidades.

Os sites gratuitos também são aconselhados para quem quer apenas criar um blog, divulgar um hobby ou lançar um negócio… que não sabe bem se vai dar certo!

Leia também o nosso artigo sobre os elementos essenciais num site moderno.

Site gratuito ou site pago | Quando deve investir num site profissional para o seu negócio

Havendo budget disponível, investir num site profissional é sempre a melhor solução para divulgar um negócio na Internet, não só porque pode personalizar o layout, incluir as funcionalidades que bem desejar, ter um URL específico, mas também porque pode orgulhar-se de ser o dono do seu próprio site.

Vantagens do site profissional

Em primeiro lugar, um site pago é feito por um profissional ou por uma empresa de criação de sites que disponibiliza os seus diversos conhecimentos técnicos de programação HTML, web design e design gráfico. Deste modo, uma das grandes vantagens dos sites profissionais é permitir um design único e exclusivo, desenvolvido para a sua empresa em especial e tendo em conta os interesses e preferências do seu público-alvo.

De resto, num site profissional existem vários recursos e ferramentas disponíveis, bem como mais espaço para guardar o seu conteúdo (textos, imagens, fotografias, vídeos, podcasts, emails, etc). Inclusive, nalguns casos o espaço de armazenamento é ilimitado.

Outra vantagem dos sites pagos prende-se com a possibilidade de fazer otimização SEO – com a ajuda de um profissional qualificado – de modo a que as páginas do site possam aparecer nos primeiros resultados dos motores de buca, como o Google.
De resto, ter um site pago é ter também um domínio próprio com o nome da sua empresa. Um domínio que mais ninguém pode usar! E como o site é seu (tanto o conteúdo como o design), pode trocar o alojamento web do seu site e mudar de parceiro, quando quiser.

Por último, a segurança num site profissional é reforçada e isso ajuda a tranquilizar os clientes que possam estar mais receosos em ceder dados pessoais e bancários.

Desvantagens dos sites profissionais

Acreditamos que as desvantagens dos sites profissionais se podem resumir ao facto de exigirem (dependendo do projeto) um investimento inicial médio a alto e não permitirem um retorno imediato desse investimento.

Site gratuito ou site profissional? Profissional!

Se tem a possibilidade de investir num site pago, faça-o! À partida será sempre uma melhor opção do que um site gratuito porque – nunca é demais repetir – permite uma grande personalização e adição de funcionalidades para potenciar o crescimento do seu negócio. Também é a solução ideal para lojas online e até para blogs que pretendam gerar receita através de anúncios de terceiros (o que não é possível numa plataforma gratuita).

Se está inclinado para um site pago que dê aos seus visitantes uma boa experiência de navegação, mas que ao mesmo tempo seja fácil e rápido de criar, clique aqui e consulte os planos da PME!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário