7 Medidas Para Um Ecommerce Seguro

certificado ssl

Segurança da Loja de Comércio Eletrónico

Na impossibilidade de colocar um segurança à porta e instalar alarmes e câmaras de vigilância, não sabe como tranquilizar os seus clientes e mostrar-lhes que estão num ecommerce seguro? É Simples! Adote as próximas 7 medidas e deixe os seus utilizadores satisfeitos e sem receio de comprar na sua loja online.

No início do comércio eletrónico, muitos consumidores sentiam receio em colocar os seus dados bancários num site, mas com o avançar da tecnologia, a Internet foi ficando cada vez mais segura e confiável. No entanto, as fraudes continuam a acontecer e é por isso que precisa de atender às medidas para um ecommerce seguro que vamos enumerar já de seguida, e acabar com as desconfianças dos seus utilizadores de uma vez por todas!

1. Ecommerce seguro | Alojamento web

A segurança da sua loja online começa no serviço de alojamento web e por isso afaste-se de soluções demasiado baratas que podem por em risco o seu negócio, oferecendo um produto funcional, mas com poucos requisitos de segurança o que pode aumentar o risco de incidentes.

Prefira contratar empresas que garantam a segurança da plataforma como a PME que disponibiliza planos de alojamento web para lojas online com um nível de segurança preventiva e pró-ativa muito elevado e capaz de defender o seu negócio e os seus clientes de ataques brute force, DoS, port scans e a maioria dos ataques conhecidos e dos ataques zero-day contra aplicações web.

2. Ecommerce seguro | Plataforma

Não é só o alojamento web da sua loja online que precisa de ser seguro, a própria plataforma tem de ter qualidade que baste para lhe facilitar a gestão do ecommerce (stock, preços, vendas…) e exibir um layout responsivo, permitir atualizações constantes, utilização de sistemas de segurança, e claro, suporte técnico. É que, no final, você pode não ser técnico de informática, mas é o responsável pela segurança da loja online e por isso precisa de ter a certeza de que alguém da sua equipa ou da equipa de uma empresa parceira, está atento e pronto a intervir em caso de falha de segurança.

Leia também o nosso artigo “Diferentes tipos de lojas virtuais… e a melhor forma de escolher a sua!”

3. Ecommerce seguro | HTTPS

É fundamental, para os seus clientes confiarem na sua loja online, ter um endereço com a sigla HTTP com a letra “s” no fim: HTTPS. E sabe porquê? Porque isso significa que a segurança do ecommerce é criptografada e as transações podem ser feitas de forma segura.

Também pode exibir na barra de navegação um ícone em forma de cadeado que significa que a ligação é criptografada e livre de espionagem. Portanto, um “s” a mais no endereço, juntamente com o ícone do cadeado, dão aos seus clientes a certeza de que vão entrar num site seguro que tem, no mínimo, um certificado SSL, sobre o qual vamos falar já de seguida.

4. Ecommerce seguro | Selos de segurança

Ter um ou mais selos de segurança no seu ecommerce é mostrar aos seus clientes que a loja é de confiança e que podem partilhar dados pessoais e pagar produtos e serviços sem receio. Pelo menos esta é a garantia dada pelo órgão emissor do selo (SSL ou outro) que impede que a comunicação que o cliente vai estabelecer com a administração do ecommerce seja intercetada ou modificada. Logo, deve investir em selos de segurança e exibi-los (logotipos) perto do botão “comprar”, nas páginas de produtos ou serviços, num rodapé e, se possível, também na página de contactos da empresa.

Certificado SSL

O certificado SSL (Secure Socket Layer) é o selo de segurança mais comum em lojas online, já que possibilita o envio dos dados dos seus clientes, do site para o servidor, com criptografia.

Ou seja, quando o cliente cede os seus dados pessoais, por exemplo para proceder a uma encomenda, as informações só podem ser acedidas pelo servidor do site e por isso, qualquer tentativa de interceção vai falhar. Além disso, o certificado SSL também ajuda a executar estratégias SEO de otimização de páginas, permitindo que a loja online seja encontrada facilmente pelos utilizadores, nos resultados de pesquisa do Google.

5. (H2) Ecommerce seguro | Backup

Programe backups regulares da sua informação porque ninguém lhe pode garantir que a perda de dados não possa acontecer (até por um simples erro humano), mas com backup consegue repor as informações, se necessário, e dormir descansado porque sabe que os dados da sua loja online estão seguros e atualizados, sempre!

6. (H2) Ecommerce seguro | Política de privacidade

É importante que não se esqueça de elabora e publicar na sua loja online a política de privacidade do ecommerce. Este documento deve ser claro e objetivo e estar conforme às atividades da sua empresa, de modo a que depois de o ler, o utilizador não fique com dúvidas.

Entre outras informações, a política de privacidade deve deixar explicito qual o motivo pelo qual solicitam dados pessoais e garantir o sigilo das informações, explicando depois a forma como lida e armazena os dados sigilosos.

7. (H2) Ecommerce seguro | Contactos

E por fim, verifique se a sua loja online tem uma página de contactos da empresa com morada completa, número de telefone, fax, email e tudo o que possa passar ao cliente uma imagem de confiança e o leve a pensar que, caso surja algum problema ou dúvida, sabe quem é a empresa por detrás do produto e até tem várias formas de a contactar.

Porque todo o cuidado é pouco, o melhor é mesmo investir numa loja online com todas as ferramentas de segurança integradas. Consulte-nos para mais informações!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário