10 Dicas Para Fazer Um Briefing Perfeito

como fazer briefing

Fazer um briefing é fazer um guia para uma agência de comunicação – ou outro parceiro – chegar à solução que procura. O briefing é uma das partes mais importantes no processo de produção de um trabalho, porque une os empreendedores aos criativos, oferecendo aos primeiros uma oportunidade para informar e esclarecer devidamente os segundos sobre o que se pretende. Por isso, e independentemente do projeto em causa, é fundamental que conheça algumas dicas para elaborar um briefing perfeito!

O que se entende por briefing?

Briefing é o nome que se dá a um documento que reúne o conjunto de informações necessárias para a realização ou desenvolvimento de um trabalho. A palavra inglesa “briefing”, já adotada para o português, significa “resumo”, pois este documento deve ser breve e conter apenas as informações relevantes. Mas apesar de curto deve estar sempre o mais completo possível e conter: a descrição da situação de uma marca ou empresa, os seus problemas, oportunidades, objetivos e recursos para atingi-los.

Em suma, este documento serve de guia para se chegar à solução que um cliente procura.

Vantagens em se fazer um briefing

Um briefing traz uma série de vantagens para a sua empresa, entre elas:

  • Organização – Como o briefing visa o agrupamento das informações mais relevantes sobre a empresa, trata-se de um documento organizado, por um lado, e por outro, um documento que o ajuda a organizar o trabalho que vai desenvolver com uma agência.
  • Inspiração – Outra das vantagens em se fazer um briefing é que este serve de inspiração quando a equipa de trabalho da agência não conhece a sua história nem os objetivos da sua empresa. As informações que vai transmitir são as melhores fontes para quem vai desenvolver um trabalho e criar conteúdos.
  • Informação – Como o briefing dá a conhecer a história da sua empresa, fornece informação suficiente para que a equipa executante do projeto possa corresponder às suas expectativas.
  • Planeamento – Um briefing não ajuda apenas a compreender o seu negócio, também facilita o trabalho à agência de comunicação que só precisa de seguir o plano, o processo definido no briefing e não se desviar do objetivo.

10 Dicas para fazer um briefing perfeito

Em marketing, briefing é um documento que deve incluir todos os dados que o cliente possa fornecer a uma agência de comunicação (ou outra entidade) de modo que esta possa desenvolver um bom trabalho. Por existirem diversos modelos de briefing – ou precisamente por isso – cada empresa deve desenhar ou escolher aquele que melhor se adapta às suas necessidades, mas levando sempre em linha de consideração que existem alguns itens que são essenciais para fazer um briefing perfeito.

Aproveite para saber como fazer um plano de marketing digital.

1. Escolher a pessoa certa para escrever o briefing

Para que o conteúdo de um briefing seja objetivo e efetivo, este deve ser elaborado e transmitido pela pessoa certa, normalmente o dono, diretor comercial ou responsável de marketing da empresa. É importante que essa pessoa conheça o negócio a 100% de modo a comunicar as seguintes informações (entre outras):

  • Pesquisa de mercado
  • Faturação anual
  • Panorama da empresa no mercado de atuação, na web e redes sociais
  • Ticket médio
  • Número de funcionários

2. Elaborar o histórico da empresa

Tal como elabora um currículo para evidenciar as suas competências e experiência profissional, deve elaborar um histórico da sua empresa que resuma as informações mais relevantes, cronologicamente, dando destaque aos pontos fortes, resultados e metas. Além disso, é importante transmitir no briefing aquilo que o inspirou com empreendedor e fundador da empresa.

3. Enumerar os objetivos

Para fazer um briefing perfeito tem de definir os objetivos do documento. Lançar um produto novo? Aumentar as vendas? Desenvolver uma campanha de publicidade? Importa que fique claro o que se pretende atingir. Se sentir dificuldades, use referências, procure por inspiração ou simplesmente utilize conteúdos visuais, como vídeos que ajudem a esclarecer os seus objetivos.

Por falar em publicidade… leia os 10 motivos para fazer publicidade online.

4. Fazer uma análise da concorrência

Se teve de procurar por referências e inspiração na concorrência para definir objetivos, já tem meio caminhado andado nesta dica para fazer um briefing perfeito. É importante que se documente sobre a forma como a concorrência está a comunicar os seus produtos/serviços. Não para a imitar, mas para perceber como se diferenciar e explorar os fatores que mais atraem e fidelizam os seus clientes: os seus diferenciais competitivos! E só tentando diferenciar-se consegue ser mais criativo e passar a sua mensagem de modo diferente.

Leia também o nosso artigo sobre como analisar a concorrência.

5. Determinar o perfil do público-alvo

Se a agência em quem vai confiar o seu projeto não conhece o seu público-alvo, é sua obrigação explicar quem são as pessoas a quem se dirige. O que querem? Como querem? Onde quem? Quanto estão dispostas a pagar por isso? E por aí fora… Além do público-alvo, dê informações sobre a sua buyer persona (consumidor ideal) porque é ela que vai ajudar na aquisição de novos clientes.

Marketing outsourcing? E por que não? Conheça as opções para o marketing da sua empresa.

6. Caracterizar o projeto

E agora que já reuniu um conjunto coeso de informações relevantes para o seu projeto, é hora de especificar as características do trabalho em causa, nomeadamente as técnicas, estratégias, ferramentas a utilizar e resultados esperados.

7. Usar uma linguagem simples e clara

Para que o conteúdo de um briefing seja facilmente compreendido, deve ser simples, claro e evitar termos técnicos desnecessários. Lembre-se que, à partida, precisa de fazer com que o seu objetivo seja entendido pelo criativo e por isso tem de ser claro na forma como descreve o seu negócio, os seus objetivos e o seu público-alvo, entre outos itens.

8. Indicar o orçamento disponível

O orçamento não pode ficar de fora de um briefing, simplesmente porque os valores que está disposto a pagar são importantes para que a agência com quem vai trabalhar possa saber (e aceitar) de antemão o orçamento disponível, sem comprometer a qualidade do projeto.

9. Indicar o prazo de conclusão do projeto

Também a indicação do prazo de conclusão do projeto é fundamental para fazer um bom briefing e, claro, não atrasar o trabalho. É claro que o espaço temporal deve ser alinhado com quem de direito, mas lá porque não sabe, por exemplo, quanto tempo se demora a pôr um site online, não quer dizer que não investigue de modo a avançar com uma data exequível para o seu projeto específico.

10. Reuniões

Por fim, para que o conteúdo de um briefing esteja completo, convém agendar reuniões periódicas de alinhamento no próprio documento. Estas devem ser rápidas, pelo que devem ser preparadas antecipadamente e devidamente acompanhadas de um documento com dúvidas a esclarecer, entre outros assuntos.

Claro que para o briefing ficar mais completo, se podem acrescentar mais elementos, por exemplo uma análise do macro ambiente, síntese económica, cultura de consumo de determinado produto/serviço, benchmarking e análise SWOT, entre outros.

Gostava de saber como fazer também uma campanha de marketing bem-sucedida? Clique aqui!

Como vê, o sucesso do seu projeto (também) está na sua capacidade de fazer um briefing perfeito… e na apetência da sua agência de comunicação ou departamento de marketing de o interpretar!

A PME terá todo o gosto em receber o seu briefing para execução ou renovação do seu site! Contacte-nos!

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Para ela escrever é dançar, rodopiar, suar, cansar, brilhar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar!

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação.

Certificada em Content Marketing e Inbound Marketing pela HubSpot Academy.

Lançou o projeto Conteúdo & Manteúdo - de produção profissional de conteúdos para web – com a missão de melhorar o posicionamento da informação dos negócios nos motores de pesquisa, atrair um público-alvo específico, aumentar o número de acessos e partilhas, fidelizar leitores, ampliar a visibilidade e autoridade das empresas e, claro, conquistar clientes e torná-los clientes fiéis!

No fundo o seu objetivo é redigir artigos que possam interessar e oferecer soluções para os problemas dos clientes… dos seus clientes!
Deixe um Comentário