Principais Erros A Evitar No Google Adwords

erros

Se tem verba disponível para investir em publicidade paga no Google Adwords convém que a utilize da melhor forma possível, de modo a que sempre que tenha de pagar por um clique no seu anúncio, tenha também a felicidade de conhecer um potencial cliente que acabou de entrar no seu site e está satisfeito com a informação apresentada.

O Google Adwords é uma plataforma de publicidade paga onde as empresas podem anunciar os seus produtos e serviços, potenciando assim a captação de novos clientes e fazendo crescer o seu negócio.

No Google Adwords, os anúncios aparecem diretamente na página de resultados, em áreas específicas, geralmente do lado direito, no topo e no fundo da página de resultados e são sempre patrocinados por um anunciante.

Já os resultados orgânicos não se devem confundir com esta plataforma na medida em que não dependem de um anunciante, não são pagos, dependem apenas da relevância da página face à pesquisa introduzida no motor de busca, sendo que são estes resultados aqueles que costumam ser trabalhados por especialistas SEO (Search Engine Optimization).

No Google Adwords, que se insere no chamado pay-per-click, a Google ganha dinheiro sempre que alguém clica no anúncio, enquanto a sua empresa ganha mais um visitante no site.
As vantagens desta plataforma prendem-se com o facto de ter os seus anúncios visíveis diretamente na página de resultados e nos sites que fazem parceria com a Google. Esses anúncios estão sempre relacionados com a pesquisa, ou seja, os anúncios são exibidos sempre que haja uma vantagem para o utilizador, caso contrário se o Google Adwords considerar que não ajuda o utilizador na sua procura, prefere não os exibir.

Campanha Adwords

Para iniciar a sua campanha no Google Adwords, deve começar por definir o seu orçamento e o valor que pretende pagar por clique. O orçamento estabelece um valor limite para a campanha, que será sempre o valor total que estiver disposto a pagar. Como é evidente, valores mais altos trazem mais visitas, valores mais baixos menos visitas e por consequência menos tráfego. Portanto, antes de investir o seu dinheiro certifique-se que não vai cometer nenhum dos erros mais habituais no Adwords. E leia o resto do artigo.

erros

Principais Erros No Google Adwords

1. Palavras-chave incorretas

Se usar as keywords ou palavras-chave corretas para o seu negócio consegue algum retorno, mas se fizer uma escolha errada perde tempo e dinheiro e não trás valor acrescentado ao seu negócio.

Determine com exatidão quais são as keywords relacionadas com o seu setor de atividade, em primeiro lugar. Depois, verifique que palavras mais se aproximam dos interesses dos clientes e potenciais clientes.

Por exemplo, se for o dono de uma loja de animais, o seu público-alvo são as pessoas que procuram animais, alimentação ou acessórios para animais de estimação, certo? Assim, tem todo o interesse em aparecer no quadro de resultados de alguém que pesquisa por animais.

Para publicitar o seu negócio no Google Adwords uma das coisas que necessita fazer é indicar quais as listas de palavras-chave para as quais o seu anúncio deve aparecer.

Esta lista deve ser criada tendo em conta o perfil de pesquisa dos utilizadores que procuram por este tipo de produto ou serviço.

Aqui pode fazer sentido colocar-se na pele do cliente e pensar nas mais variadas formas de pesquisar por animais. Pode fazer sentido incluir a marca, o modelo, a localização geográfica… ou não. Tudo depende do seu negócio em particular mas alguns exemplos que neste caso não poderia deixar de usar são: “animais estimação”, “alimentação animais estimação”, “ração para gato”, “trela para cão”, “venda porquinho-da-índia”, “gaiola pássaro”, etc, etc… Não seja poupado na criação da lista, quantos mais termos relevantes usar, melhor. Pode e deve usar também “ratinho”, “granulado”, “gato persa”, “peixe” e tudo o mais que se lembrar.

animais estimação

De forma a ajudá-lo, indicamos de seguida algumas dicas para as colunas de palavras-chave:

Informações sobre o seu negócio, tipo de serviço que oferece, frases ou palavras que melhor definem as atividades no seu site (é possível saber com o Google Analitics quais as keywords que as pessoas pesquisam no seu site).

Estratégia de marketing digital, para fazer subir o site da sua empresas nos motores de busca da Internet. Faça uma lista que o ajude a comparar as palavras-chave mais usadas pelos seus visitantes com as palavras que identificou como as que melhor definem o seu negócio. Depois que identificar as principais palavras lembre-se sempre de inseri-las nos textos e artigos do site, não esquecendo os títulos.

Palavras de cauda longa, ou seja, keywords detalhadas, se necessário. Voltando à loja de animais, pode usar a palavra “cão” mas também a cauda longa “cão pastor alemão com 3 meses para venda” e já vai diminuir a concorrência e a taxa de rejeição!

Esse é um trabalho minucioso que requer tempo e planeamento adequado e por esse motivo pode ser necessário recorrer à ajuda de profissionais de marketing digital ou à ajuda de ferramentas apropriadas para conseguir uma boa análise, como o Keyword Planner ou Adwords Keyword Tool.

2. Públicos-alvo errados

Se as suas campanhas estão direcionadas para um target ou público-alvo errado nem as keywords corretas o podem salvar.
Para a escolha correta do Target deve focar-se nos seguintes fatores:

Determinar quem é o seu público-alvo. Reúna as características pessoais e sociais, comportamentos específicos de consumo, conceção do mercado, modo como essa pessoas se relacionam com a marca, frequência de compra, local de compra, etc. No caso de animais de estimação, o seu público-alvo são os donos dos bichos, mais as pessoas que estão a pensar em adquirir os animais de estimação mas poderá ser ainda o público infantil na medida em que são as crianças que muitas vezes motivam a compra de um animal lá para casa, etc.

Determine a localização do seu público-alvo, ou seja, a segmentação geográfica. Ajuste as regiões que realmente promovem mais tráfego e leads. No caso da loja de animais, se a mesma se localiza em Lisboa e não tem plataforma de venda online, não lhe interessa gastar dinheiro a promove-la no Porto, por exemplo.

Faça uma segmentação demográfica em anúncios display.
Verifique o alcance dos anúncios. Equilibre a quantidade de pessoas a que chega e a relevância dos seus anúncios, para que consiga chegar a um público-alvo igualmente relevante

3. Grupos de anúncios não categorizados

Para que a medição do desempenho dos seus anúncios seja correta, é necessário esquematiza-los e agrupá-los. Desta forma facilita o seu trabalho, o trabalho dos motores de busca e evita que as suas campanhas se percam no meio da informação do Google Adwords, pois muitas vezes existe uma grande quantidade de anúncios a acompanhar. Desta forma, para ter retorno, é necessário que agrupe os anúncios por temas, data, nível de importância, etc, e acompanhe e controle os custos de cada um deles.

4. Quality Score baixo

Para alcançar as melhores posições no Google deve elaborar anúncios de qualidade. De outra forma fica atrás da concorrência com hipóteses de retorno bem menores.

A métrica que define o preço a pagar por clique nas suas campanhas Adwords, chama-se Quality Score. Como normalmente acontece com os produtos do Google, ninguém sabe como funciona exatamente o algoritmo de cálculo desta ferramenta nem como é calculado, mas o certo é que funciona e que há formas de conseguir melhorá-lo e analisá-lo, tal como acontece com o PageRank e outras métricas.

Logo, deve avaliar o índice de qualidade e as páginas de destino para que os seus anúncios obtenham um melhor posicionamento. Para o conseguir esteja atento à influência dos lances no posicionamento, utilize extensões de anúncios e meça os resultados. Escolha sempre uma landing page ou página de destino relacionada com a mensagem no anúncio. Não ignore o facto de que para cada anúncio deve existir a respetiva landing page. Não quer que o cliente, depois de clicar no seu anúncio (pelo qual está a pagar ao Google), chegue a uma página qualquer do site, pois não? Ao invés, ao clicar deve ir parar a uma página que o leve até à informação que a sua empresa quer divulgar e que ele quer conhecer.

5. Falta de monitorização

Mesmo que tenha cumprido todos estes passos corretamente, se não monitorizar as suas campanhas não alcança resultados. Para manter uma boa gestão das suas campanhas deve monitorizar os lances, verificando se a licitação escolhida é a ideal ou se necessita de ser ajustada.

Tenha sempre em linha de conta o seu orçamento para não se descontrolar nos custos. A par, deve avaliar o desempenho de anúncios e keywords da sua empresa continuamente, monitorizando tudo: desde os anúncios às palavras-chave, não esquecendo as extensões de anúncios e as conversões.

6. Ignorar o tráfego mobile

O tráfego vindo de dispositivos móveis como smartphones e tablets é hoje tão ou mais importante que o acesso via desktop ou PC. Além disso, o trafego feito através de equipamentos móveis é muito relevante porque é movido por interesses em tempo real. Assim, deve focar uma grande parte da sua monitorização no tráfego mobile, para verificar se está a obter retorno ou se, pelo contrário, está a perder potenciais clientes.

E agora comece a trabalhar a sua estratégia no Google Adwords. Sem erros.

Sobre Sofia Santos
Sofia Santos
Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação, exerce atualmente a atividade de Técnica de Marketing na PC.Clinic. Adora as estratégias online para difusão de marcas, produtos e serviços de empresas mas gosta mais ainda de as usar para ir ao encontro dos desejos e necessidades dos consumidores mais exigentes. Pelo meio não consegue largar a produção de conteúdos de qualquer género e em qualquer tipo de suporte. Para ela escrever é dançar com as letras. É brilhar, rodopiar, suar, cansar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar.
Deixe um Comentário