Como Ser Líder De Uma Empresa

como ser líder

Saiba como ser lider de uma empresa.

Uma equipa, um trabalho, múltiplos objetivos, uma timeline. Como garantir que todas estas variáveis de uma equação tão complexa se relacionam e desmultiplicam com o intuito de obter o único resultado que se pretende e que é a conclusão eficaz das tarefas planeadas? A variável chave faz parte da equipa, mas destaca-se por ser o líder.

como ser líder

Atualmente as questões relacionadas com o tema da liderança são cada vez mais estudadas, dando-lhes elevada preponderância, visto ser considerada um fator para o sucesso do negócio. Uma das questões mais desenvolvidas sobre esta temática relaciona-se com o tentar saber quais os fatores que fazem um grande líder e se qualquer pessoa pode ser um, ou se simplesmente já se nasce com aptidão para sê-lo. Até agora as conclusões têm sido claras – qualquer um pode ser um bom líder, desde que para isso trabalhe diariamente com ânimo e de forma persistente de forma a que consiga:

Possuir visão e ambição – Para se incentivarem pessoas é necessário que estas sintam que alguém as está a levar a cumprir uma missão maior e significativa. Um bom líder tem que projetar a ambição e a visão que possui no sentido de gerar nos seus colaboradores o mesmo desejo de cumprimento de um propósito maior.

Ser responsável por si e pela equipa – Líderes de sucesso imprimem responsabilidades sobre todos os membros da equipa, inclusive sobre si próprio, a fim de que todos possam sentir que o seu trabalho é importante e deve ser realizado da forma mais profissional possível. Ao agir de forma responsável com os compromissos diante dos outros o líder está também a transmitir a necessidade de todos se comportarem dessa forma.

Garantir segurança à sua equipa – Para ser visto como um verdadeiro líder tem de transmitir coragem e segurança aos que com ele trabalham. Ao encorajarem todos os colegas a expressar as suas opiniões e ao incentivar a equipa a fazê-lo de uma forma geral, estará a garantir a criação de um ambiente seguro, descontraído e consequentemente mais produtivo, onde todos se sentirão dispostos a partilhar os seus pontos de vista.

Desenvolver a cada dia a capacidade de resolução de problemas – Problemas e desvios aos planos são o prato do dia nas empresas, e é exatamente nessa altura que se reconhece um bom líder. Um bom líder não é aquele que não tem receio ou que se apresenta algo apreensivo quando estes desvios acontecem, mas sim aquele que reúne toda a equipa para pensar em conjunto como é que se conseguirá ultrapassar o obstáculo com que se depararam.

Comunicar expectativas e acompanhar processos – A comunicação tem de ser uma das grandes capacidades de um líder. Sem a capacidade de explicar, justificar e questionar um líder será apenas um acompanhante do processo. A comunicação permite ao líder participar e imbuir-se nos processos de decisão transmitindo as diretrizes sob as quais é suposto toda a equipa reger-se.

Estimular o raciocínio em equipa – Bons líderes conhecem a capacidade da equipa com quem trabalham, por isso sabem exatamente como desenvolver as características de cada elemento. Ao fazer uso do seu próprio conhecimento procuram estimular nos outros as suas capacidades desafiando-os a elaborar trabalhos que os façam sentir desconfortáveis no início, mas que serão importantíssimos para a sua evolução profissional.

Ter poder de decisão e poder de execução – Tomar decisões é uma das principais tarefas de um líder. Ao encontrarem o consenso entre as ideias geradas pelos elementos da equipa, os bons líderes estão a trabalhar para garantir a abordagem estratégica necessária para “fazer acontecer” tudo a todo o momento.

Ser um “rolemodel” – Um líder que prega mas não cumpre, não merece o título que detém. Todos sabemos que é mais difícil confiar em quem diz que faz e depois não faz. O líder é o espelho da equipa e por isso deve ser um exemplo de excelência.

Pedir e dar feedback – Um bom líder faz-se com base nos feedbacks. Prestar atenção e apreciar ideias é uma boa forma de dar importância aos membros da equipa, criando desta forma um relacionamento de confiança mútua.

Conhecer e recompensar o bom desempenho da sua equipa – Conhecer o talento da equipa é essencial, mas saber utilizá-lo em prol do cumprimento dos objetivos propostos é ser um líder experiente. Para além disso, ao recompensar os pontos fortes de cada elemento, um bom líder demonstrará confiança na equipa, resultando essa sensação de bem-estar no estímulo conjunto dos colaboradores.

Resolver problemas – Os líderes bem-sucedidos enfrentam os problemas de frente não se focando no problema em si, mas na sua resolução. Um bom líder encara a resolução de forma transformadora, permitindo-se aprender e gerar valor através desse processo de resposta.

Desenvolver e estimular um ambiente positivo e calmo – Um líder pode ser excelente mas não ser inspirador. Um líder excelente e inspirador é aquele que sabe gerar uma cultura de trabalho positiva. Ao ser simpático, respeitado e firme, consegue transmitir aos seus colaboradores uma agradável sensação de motivação e autoestima, que permite fazer com que todos estejam a trabalhar em prol dos mesmos objetivos.

Investir nos relacionamentos interpessoais/forças e desejos dos colaboradores – Criar uma rede sólida mas flexível de relacionamentos interpessoais no trabalho é uma das tarefas mais difíceis para qualquer líder. Para ser um bom líder procure confiar e expandir o seu círculo de confiança, estando perto de quem trabalha consigo para compreender os seus humores e preocupações.

Como é percetível ser um bom líder não é de todo fácil. Todavia, com persistência, perseverança, resiliência e experiência, conseguirá ir alcançando alguns patamares da liderança.

Se o seu desejo é realmente transformar-se num bom líder lembre-se sempre de que o seu papel principal será influenciar positivamente as pessoas no sentido da proficuidade seu negócio, levando o barco da mesma forma que elas, pois essa é a diferença entre ser um líder ou ser simplesmente um chefe.

Sobre Daniela Ferreira
Daniela Ferreira
O meu nome é Daniela Ferreira e sou Engª. do Ambiente formada pelo Instituto Superior Técnico. Defendo que a função de um engenheiro é servir. É pôr a tecnologia ao serviço da população. Defendo a educação ambiental com unhas e dentes. Sou uma acérrima defensora de que a verdadeira forma de alcançar o desenvolvimento sustentável de que tanto se fala passa pela educação das gerações mais novas, e a re-educação das mais maduras. Adoro escrever (poesia sobretudo), pintar, desenhar e dançar. Não sou uma engenheira convencional. Mais do que isso sou uma mulher “de ideias fixas.” Leiam-me. Não se vão arrepender.
Deixe um Comentário