Como Apresentar Uma Proposta Comercial

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

É do conhecimento geral que qualquer empresa necessita de vendas eficientes para garantir a sua sustentabilidade. Nesse sentido saber elaborar uma proposta comercial eficaz torna-se um dos elementos chave do sucesso das organizações.

De forma muito genérica é importante que no primeiro contacto com o cliente se consiga estabelecer uma relação empática que permita ser o veículo através do qual se procuram obter informações relevantes, em relação às suas necessidades e expectativas, a fim de que se possa elaborar de forma estratégica e delineada a proposta comercial em questão.

proposta comercial

Importa alertar ainda para uma questão também muito generalista que acontece em quase todas as empresas. Todas elas têm o seu “super vendedor” que até a mãe ou a avó consegue vender… Todavia é preciso ter cautela com este modus operandi. Convém que os colegas deste “super herói” não lhe sigam o exemplo, isto porque hoje em dia este tipo de vendedores (considerado de estilo agressivo) são facilmente descartados por clientes atentos e informados.

Mas analisando a questão de forma técnica, respondamos então –

O que é afinal uma proposta comercial e como se faz?

Uma proposta comercial é um documento onde uma empresa/organização com fins lucrativos elabora e apresenta as soluções que desenvolveu para o seu cliente, explicitando os custos das mesmas. Para grandes empresas, nomeadamente multinacionais, este tipo de documento é praticamente um plano de custos que procura informar de forma detalhada o cliente das despesas que este virá a ter ao longo do tempo.

Este tipo de documentos serve muitas vezes para evitar contratos pois a sua redação é muito burocrática e os tempos de espera associados à sua validação impossibilitam muitas vezes o desenvolvimento dos negócios.

A proposta comercial ganha então em rapidez e eficácia, mas só será bem-sucedida se for bem redigida, isto é, se for clara, direta e concisa. Para escrever uma proposta comercial deve sempre primeiro inteirar-se do nível de especificidade e de conhecimento do seu cliente, a fim de escolher qual a melhor linguagem a usar. Por vezes pode ser necessário utilizar mais linguagem técnica, enquanto que noutras situações pode beneficiar de uma linguagem mais simples e direta que fará eliminar qualquer dúvida por parte do seu interlocutor. Na dúvida, escreva simples.

Em termos de definição de datas, condições e valores de pagamento é importante que seja sempre claro. Nunca se esqueça de definir estes três parâmetros ou facilmente trará prejuízo à sua empresa. Tal como nos contratos também nas propostas comerciais eficientes não convém deixar nenhuma alínea ou espaço em aberto que alguém possa tentar preencher e/ou interpretar de forma mais favorável para o cliente e menos favorável à organização.

De forma sintética, uma proposta comercial eficaz deve reunir no mínimo as seguintes informações:

  1. Nome do Projeto: Identifique o projeto para que seja mais fácil organizar posteriormente a documentação, bem como aumentar a possibilidade de rastreabilidade de informação caso necessário.
  2. Enquadramento – Resuma o problema/objetivo do cliente e da oferta como solução de forma sucinta e clara. Não dê espaço a segundas interpretações.
  3. Pré-requisitos do acordo – Descreva qual a infraestrutura que vai precisar e se o cliente já a possui ou não.
  4. Detalhes da entrega – Identifique e descreva brevemente todas as características dos equipamentos/serviços que se constituirão como a solução de resposta ao pedido do cliente. Identifique também as etapas de desenvolvimento de cada um deles, bem como o cronograma de conceção e realização. Por fim, não se esqueça de definir claramente o prazo de entrega do serviço/produto, procurando estimar o erro para a entrega, como forma de garantia.
  5. Responsabilidades – Defina as responsabilidades do cliente, nomeadamente aquelas que garantirão a viabilidade do projeto e a garantia de que este vai acontecer, bem como as suas responsabilidades como prestador de serviços, a fim de garantir a sua qualidade de serviço. Identifique ainda todos os contactos dos envolvidos para que, caso seja necessário se proceda à validação de alguma parte não tão clara.
  6. Pagamento – Indique claramente o valor total e quais as formas de pagamento do serviço.
  7. Validade – Explicite um prazo de aceitação da proposta por parte do cliente, bem como a confirmação de validação (ou não) da oferta que foi feita na proposta comercial.

Já viu como é tão simples? Comece já a trabalhar na sua próxima proposta comercial com a ajuda destes tópicos. Todavia, é importante notar que, se mesmo assim a sua proposta for recusada, deve procurar proceder à análise das causas e à identificação das oportunidades de melhoria, tendo em atenção que os principais motivos associados à rejeição de uma proposta são normalmente a falta de clareza/informação que leva ao não entendimento da mensagem, a falta de qualidade do material que apresentou como solução, a não existência de um fator diferenciador dos seus concorrentes e por fim os preços elevados que pode estar a pedir.

Caso identifique alguma destas situações procure debater com o seu departamento quais as melhores soluções a adotar para que a sua proposta comercial seja a mais eficiente e garanta a sustentabilidade da sua empresa, ou a constituição de um caminho até ela.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Artigos Relacionados

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Procura

ARTIGOS POPULARES

10 Etapas para criar um e-commerce e vender na maior loja do mundo!

Ter um computador com acesso à internet é fundamental, mas não basta para começar a vender na maior loja do mundo. Conheça as 10 etapas para criar um e-commerce, aqui!

Como abrir uma loja virtual em Portugal

Da legislação ao software de faturação, passando por uma série de especificações técnicas! Tudo o que precisa de saber para abrir uma loja virtual em Portugal!

12 Passos Para Abrir Uma Loja Online

Hoje em dia, esteja onde estiver e seja a que horas for, desde que tenha acesso à Internet, pode entrar numa loja online, colocar um produto no carrinho de compras, pagar e aguardar a entrega na comodidade do lar. Assim, motivos não lhe faltam para desejar abrir uma loja virtual.

Como Vender No Ebay Passo A Passo

Saiba como vender no ebay passo a passo Vender no eBay, na empresa de comércio eletrónico mais conhecida no mundo, é semelhante a vender

25 Ideias Para Criar Uma Pequena Empresa

Investimento reduzido + espírito empreendedor = negócio rentável Se tem interesse em abrir um negócio lucrativo mas pouco dinheiro para investir, não esmoreça.

Como Abrir Uma Loja Na Internet

Saiba como abrir uma loja na Internet. Vantagens e benefícios de uma loja na Internet. Além de ser uma solução fácil de implementar e gerir, uma loja online apresenta inúmeras vantagens

Como dominar um teste psicotécnico antes que ele o domine a si

Os testes psicotécnicos são uma ferramenta de seleção utilizada em todo o mundo em processos de recrutamento de candidatos para um trabalho, geralmente antes de ser realizada uma entrevista.

A Importância Da Comunicação

Tanto em família como em negócio, não dar importância à comunicação significa perder oportunidades de construção de um bom relacionamento.

Como Abrir Uma Empresa Online?

Para que seja mais fácil abrir uma empresa online e gerar um desenvolvimento económico, o Portal da Empresa desenvolveu ferramentas que permitem criar, de forma simples e segura, empresas online.

Como Criar Uma Empresa Da Forma Tradicional Passo A Passo

O método Tradicional de criação de uma empresa é o mais demoroso, pressupõe várias deslocações e uma atenção acrescida. Contudo, tem a vantagem do contacto pessoal e da facilidade de esclarecimento de dúvidas.

Conteúdo

Como Apresentar Uma Proposta Comercial

Usamos cookies para que o site funcione corretamente, personalizar conteúdo e anúncios e para analisar o nosso tráfego.
Consulte a nossa política de privacidade.