Bem-vindo ao pme.pt

Apoio Digital para o Crescimento da Sua Empresa: Transforme a Sua Presença Online de Forma Fácil e Acessível

Neurociências e Psicologia Últimos Artigos

Afinal, O Que É O Coaching Empresarial?

O meio empresarial é um meio onde a pressão anda de mãos dadas com os sentimentos dos colaboradores que nele operam. Como os mercados são cada vez mais exigentes e se encontram cada vez mais sujeitos à pressão das mudanças, quer sejam elas ao nível tecnológico, quer sejam ao nível político, social e financeiro, é necessário que todos os que lidam diariamente com as pressões diametralmente opostas que emergem da conjugação de vários fatores estejam capacitados para tal. E é exatamente neste âmbito que surge o coaching.

O coaching empresarial constitui-se como um processo de compromisso de comunicação significativa com indivíduos em empresas, organizações e instituições com o objetivo de promover o sucesso a todos os níveis da organização. Nesse sentido, e a fim de obter o tão desejado sucesso este processo ativo procura através das suas dinâmicas promover e operar mudanças nos pensamentos, atitudes e comportamentos, alinhando-os no sentido da obtenção das expectativas de desempenho que se pretendem alcançar.

coaching empresarial

Para por em prática este tipo de abordagem é necessário que exista um coach certificado e formado nas competências que pretende transmitir, dado que ele será o elemento indutor das mudanças que se pretendem ver implementadas na organização a longo prazo.

Deste modo, é imprescindível que o coach se reja por princípios como responsabilidade, sensibilização e compromisso, dado o impacto que a sua atuação terá na organização. Para além disso, para garantir a escolha de um bom coach é necessário que este reúna as seguintes características:

  • Ser enérgico e motivador porque isso garante uma aproximação aos colaboradores da empresa dado induzir uma mudança de ambiente que permite gerar novas ideias de forma mais intuitiva;
  • – Possuir visão, pois ao alinhar a imagem do futuro que se pretende alcançar com a imagem de sucesso da organização no estado atual, consegue transmitir aos colaboradores a confiança que necessitam para continuar a lutar diariamente e a fazer o seu papel na organização;
  • Saber escutar ativa e pacientemente, pois muitas serão as questões internas levantadas durante um processo de coaching, dado que o conteúdo com que se está a lidar nestas sessões é puramente emocional;
  • Saber ser neutro, porque normalmente muitas são as batalhas internas travadas entre as diferentes formas de funcionar dos diferentes departamentos que constituem a organização, sendo natural que estes conflitos venham ao de cima, dado que os envolvidos podem percecioná-los como limitações externas à sua produtividade;
  • Ser metódico e criativo em proporções semelhantes, para que deste modo possa criar o ambiente necessário à experimentação de conceitos e ao desenvolvimento colaborativo dos seus planos de implementação;
  • Ambicionar a excelência, pois ao demonstrar a qualidade e perfecionismo do seu trabalho garantirá que por comparação, os colaboradores da empresa se sintam motivados a ser iguais ou melhores;
  • Possuir capacidade de dar feedback e orientação sempre que necessário a fim de que, ao congratular os colaboradores pelo cumprimento das suas pequenas missões, estes se sintam motivados a fazer sempre melhor.

Agora que já foram listadas as competências necessárias que qualquer coach deve possuir vamos analisar o busílis da questão: De que forma se operacionaliza o coaching? O que acontece realmente numa sessão destas?

Numa sessão de coaching o profissional designado para o efeito (o “coach”), organiza em grupos os colaboradores de uma determinada organização e por intermédio de perguntas assertivas e exercícios práticos, tipicamente utilizados ao nível da psicologia, sejam eles brainstorming, mindmaps, selecção e interpretação de imagens, procura encontrar soluções e desenhar roadmaps adaptados às necessidades de cada um, com o objetivo de melhorar as competências que estes não possuem tão desenvolvidas.

Todas as ferramentas lúdicas anteriormente referidas permitem ao coach não só caracterizar a situação em que cada profissional se encontra, como também identificar o que cada um pretende alcançar e qual o objetivo da sua concretização ao nível pessoal e ao nível corporativo.

Ao ajudar os colaboradores a refletirem acerca do plano mais adequado às suas necessidades, considerando durante o processo, as suas maiores forças e debilidades, as organizações estão a garantir a transferência de conhecimentos pessoais para o foro profissional, levando a que o colaborador descubra como transpor as suas forças pessoais para a vida profissional, e como melhorar e transmutar as suas debilidades pessoais, de forma a que elas não interfiram com o seu desempenho profissional.

As sessões de coaching partem todas do mesmo pressuposto – grande parte (senão a maioria) das limitações que cada colaborador sente, estão dentro de si – e por isso mesmo podem ser mudadas pelo mesmo agente que as cria, mediante a utilização de processos criativos de exposição compreensiva. Nesse sentido o coach constitui-se como interlocutor por excelência entre os processos internos de cada colaborador e eles mesmos.

Em suma, mais do que permitir a criação de diferentes abordagens para a resolução dos problemas dos colaboradores de uma organização, o coaching ajuda a pô-las em prática, através da adaptação personalizada de roadmaps interativos e dinâmicos que pretendem gerir os processos internos dos elementos que constituem a organização.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Procura

LER ARTIGOS

Como Criar um Plano de Negócios

Um plano de negócios bem estruturado é fundamental para o sucesso de qualquer empresa. Ele serve como um mapa abrangente, orientando os empreendedores e proprietários de empresas em todas as etapas do processo.

Segredos do Search Engine Marketing

Neste artigo vamos explorar os fundamentos do Search Engine Marketing (SEM), as suas vertentes, tendências emergentes e a importância dos motores de busca no processo de tomada de decisão do consumidor.

A Evolução e Importância do SEO

A presença online sólida é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, com bilhões de pesquisas realizadas diariamente nos motores de busca como o Google, otimizar a visibilidade e os rankings dos nossos websites tornou-se uma prioridade estratégica e de sobrevivência.

Como Criar um Website Profissional para a Sua Empresa

O mundo ligado à Internet exige que as empresas tenham uma presença online forte. Um website profissional é a pedra angular para estabelecer a sua identidade de marca, comunicar com os clientes e vender produtos e / ou serviços online.

Cibersegurança: 10 Medidas Recomendadas para PMEs

Como podem as pequenas e médias empresas garantir que os funcionários estão devidamente formados nos fundamentos da cibersegurança?

Ransomware: A Ameaça Ciberlucrativa

O que é o Ransomware? É um tipo malware insidioso que encripta os dados das vítimas, tornando-os inacessíveis até que um resgate seja pago.

Gestão e Resolução de Conflitos nas Pequenas e Médias Empresas

Os conflitos são inevitáveis em qualquer ambiente de trabalho, especialmente nas pequenas e médias empresas (PMEs), onde as interações pessoais são mais próximas e intensas.

Conduzir Reuniões de Sucesso

Neste artigo vamos tentar resumir as melhores práticas para conduzir reuniões produtivas e envolventes, desde o planeamento até ao follow-up.

Conteúdo

Afinal, O Que É O Coaching Empresarial?

Usamos cookies para que o site funcione corretamente, personalizar conteúdo e anúncios e para analisar o nosso tráfego.
Consulte a nossa política de privacidade.