25 Ideias Para Criar Uma Pequena Empresa

Investimento reduzido + espírito empreendedor = negócio rentável

Se tem interesse em abrir um negócio lucrativo mas pouco dinheiro para investir, não esmoreça. Seja empreendedor e consiga com pouco criar uma empresa rentável!

Seja pelo facto de estar desempregado, seja por desejar ganhar mais dinheiro, seja por querer ser o seu próprio patrão, ter maior liberdade, alcançar o sucesso, aplicar recursos disponíveis… Seja por que motivo for, todos os dias são várias as pessoas que decidem montar sua própria empresa. Mas nem todas têm capacidade financeira para grandes investimentos.

Ora, a boa notícia é que nem sempre é necessário um grande investimento na fase de arranque do processo. Muitas vezes há inclusive vantagens em fazer uma abordagem conservadora ao mercado e limitar as perdas pela via da redução do investimento, já que se se investe pouco, perde-se pouco também. Um facto que motiva até as pessoas com menor vocação para o risco a pensar em iniciar um negócio. Se é o seu caso, parabéns! Já está no bom caminho. O passo seguinte é decidir que negócio pode e deve abrir com pouco dinheiro mas muita vontade de atingir o seu objetivo.

ideias pequena empresa

25 ideias para criar uma pequena empresa

:

1. Loja online

Se pretende vender um serviço ou um produto diretamente aos consumidores, tudo o que precisa para começar é de um site e de um software adequado ao comércio na web, escolher o serviço(s) ou produto(s) que quer vender e meter mãos à obra!

2. Organização de eventos

Tem jeito para organizar festas, seminários, palestras e outros eventos? É criativo e tem olho para os detalhes? Sim? Então inicie um negócio de gestão de eventos e dê rentabilidade às suas apetências profissionais. Não se esqueça que todos nós precisamos da organização de eventos, desde particulares a grandes organizações. Um mercado a perscrutar!

3. Serviços de alimentação

Gosta de cozinhar? As suas receitas são um sucesso? Então considere o lançamento de um negócio caseiro na área da restauração, seja para venda a particulares ou empresas. Uma ótima ideia também para quem quer testar o seu jeito para a culinária antes de abrir um restaurante. Até pode optar por uma empresa de catering que use as cozinhas próprias dos clientes para preparar refeições para ocasiões especiais ou ir a empresas entregar almoços em marmitas. Tenha apenas em consideração as normas e regulamentação para empresas do setor alimentar.

4. Babysitting

Se gosta de tomar conta de crianças, saiba que na maioria dos locais não precisa de uma licença para levar a cabo um serviço de babysitting em casa. Basta manter o seu grupo de crianças abaixo de um determinado número, consoante regulamentação da zona onde vive, e cuidar dele enquanto os pais vão trabalhar. É uma oportunidade para fazer o que gosta sem sair de casa.

5. Jardinagem

Se gosta de tratar do jardim aproveite essa faceta para abrir um negócio direcionado a quem não tem tempo ou jeito para jardinagem. Com pouco mais de um par de luvas de trabalho, tesoura de podar, cortador de relva e um escadote, pode iniciar-se neste negócio.

6. Serviço de recados

Hoje em dia as pessoas estão mais ocupadas que nunca e contratariam de bom grado um profissional de recados que fosse buscar o fato na loja de limpeza a seco, pagasse a conta da luz, levasse o carro à inspeção, marcasse restaurante para uma festa de aniversário, etc. Precisa apenas de ser atento, responsável e possuir um carro e telemóvel.

7. Manutenção de computadores

Se percebe de computadores este é o negócio ideal para si, pois com a proliferação de desktops, laptops, tablets e smartphones para cada membro da família, há muitas oportunidades para prestar serviços de informática privados, tais como instalação de antivírus, software, limpezas de desktop, downloads de software e conexões de impressora, entre outros.

8. Serviços de limpeza

A lida da casa não tem segredos para si? Não espere mais! Há sempre pessoas e empresas à procura de um pouco de ajuda doméstica. Criar uma empresa de limpezas é uma das formas mais fáceis de entrar no mundo dos negócios porque basicamente qualquer pessoa pode fazer limpezas já que é uma tarefa que faz parte das nossas vidas. As empresas de limpezas podem prestar serviços em diversos setores, sendo que normalmente se dividem em três vertentes: limpezas de escadas em condomínios, limpezas domésticas/habitações e limpeza de escritórios.

9. Consultor de eficiência energética

Atualmente quer os proprietários de casas particulares quer as empresas estão à procura de qualquer maneira possível para cortar custos, mas descobrir como reduzir gastos com energia elétrica não é tão fácil como se poderia imaginar. Se tem formação em serviços públicos ou de construção e pode aconselhar os proprietários ou as empresas sobre a melhor forma de isolar, instalar medidores inteligentes, reduzir o uso de água, etc, tem aqui um serviço para oferecer!

10. Recycler

Os materiais recicláveis valem ouro! Componentes de aço, cobre e computadores merecem mais do que nunca a sua atenção. Com uma boa campanha publicitária e uma carrinha, pode começar a comprar sucata ou a oferecer-se para remover sucata, como computadores antigos, artigos de eletrónica, tinteiros vazios e outros materiais recicláveis​​. Vai fazer lucro e ajudar a mãe natureza.

11. Baby sitter para animais de estimação

Para quem gosta de animais de estimação, esta pode ser uma boa ideia. Se é uma pessoa confiável, organizada e afetuosa, não vão faltar “donos” que apostem em si. Comece com o passeio, o banho, as unhas e tratamentos de pulgas e passe de seguida para cortes de pelo e outros serviços especializados.

12. Organizer

Se é uma pessoa organizada já pensou em oferecer os seus serviços como organizer a quem não tem tempo ou habilidade para organizar a sua casa ou o seu local de trabalho? Se gosta de organizar e criar ordem a partir do caos, comece por aqui!

13. Assistente virtual

Tudo o que precisa para começar a trabalhar como assistente virtual é um computador portátil e um bom site. Se tiver experiência em trabalho administrativo, melhor. Os assistentes virtuais trabalham remotamente e fazem tudo o que um empresário ou gestor não tem tempo para fazer, como abrir e responder e-mails, acompanhar clientes, pagar contas…

14. Contabilista

Com a recessão, muitas empresas cortaram no seu quadro de pessoal mas nenhuma pode sobreviver sem um contabilista. Se tem experiência na área esta é a solução ideal para si. Ofereça os seus serviços remotos de contabilidade e trabalhe a partir de casa.

15. Tradutor

A maioria das empresas não se pode dar ao luxo de manter um tradutor na equipa. Outras nem pensam nisso porque só precisam de trabalhos de tradução pontualmente. Para ambos os casos, você pode ser a solução… se for craque a línguas.

16. Consultor de redes sociais

Se é o fã número 1 das redes sociais, aproveite esta sugestão para ganhar dinheiro a fazer o que mais gosta. Não há dúvida de que as redes sociais vieram para ficar e são uma oportunidade de marketing sem precedentes para as empresas, se estas as souberem usar de forma adequada. E é aqui que entra a sua ajuda: integrar as redes sociais na estrutura funcional de uma empresa e, se tiver conhecimentos de marketing, oferecer os seus serviços de produção de conteúdos para web e gestão de redes sociais.

17. Copywriter

Qualquer pessoa com um blog ou um site precisa constantemente de novos conteúdos até porque os motores de busca favorecem os sites com conteúdo novo, relevante e permanentemente atualizado. Porém a maioria das empresas não tem tempo nem conhecimento para se dedicar à produção de conteúdos e bem que pode delegar essa tarefa em si, caso tenha formação e jeito para a área. Entre conteúdos para web, como blogs e sites, e comunicados de imprensa, há muito para escrever!

18. Apoio à terceira idade

Não precisa ser um()a enfermeiro(a) para ajudar pessoas idosas. Se tem vontade de o fazer, força! Muitos idosos vivem sozinhos mas precisam de ajuda com as tarefas diárias, pagamento de contas, compras de supermercado, etc. As suas famílias ficariam felizes se encontrassem uma pessoa de confiança e responsável que pudesse dar algum apoio e em quem eles pudessem confiar. Basta algum tempo disponível para uma visita diária e eis um negócio que tem pernas para andar.

19. Serviços de design

Tem jeito para desenhar e conhecimentos de design gráfico? Então divulgue os seus serviços de conceção e produção de materiais de marketing, como logotipos, flyers, cartões de visita, calendários, postais e outros. E se tiver oportunidade de investir em software de edição, impressoras e computadores, pode inclusive oferecer a impressão de praticamente qualquer quantidade e formato.

20. Serviços de costura

Se adora costurar, lance um serviço de confeção, reparação e/ou alterações em peças de vestuário no seu local de residência, numa zona onde imagina que esteja a sua clientela ou mesmo online. A par, pode oferecer ainda um serviço de engomar (não se esqueça que ninguém gosta de passar a ferro).

21. Revendedor de produtos

Já pensou em ser revendedor de produtos ou drop shipping? Transporte para o ambiente online este negócio que não implica investimento em stocks e inicie uma atividade por conta própria vendendo por catálogo ou à consignação. Sem qualquer obrigatoriedade de adquirir bens ou serviços, pode começar hoje a vender e a ganhar as suas comissões, recebendo primeiro do cliente e pagando depois ao fornecedor. Este modelo de negócio pode ser aplicado a inúmeros setores de atividade, mas em Portugal as atividades mais comuns estão relacionadas com gadgets com proveniência da China.

22. Limpeza e lavagem de automóveis

Tendo em conta o número de automóveis a circular país a fora, este é um negócio atrativo já que existem nos serviços de apoio ao condutor muitas oportunidades que vão além das oficinas de reparação, na medida e que cada componente do automóvel pode gerar um negócio. E não falamos apenas de limpeza, pode por exemplo investir numa loja de pneus, escapes, pintura ou mesmo numa oficina para a parte elétrica, entre outras ideias.

23. Venda de produtos em 2ª mão

O negócio da venda de artigos usados não é novo mas continua a ser rentável. Existem pequenos artigos que estão um pouco por todas as casas, como eletrodomésticos, mobiliários, equipamento informático e eletrónico, jogos, livros, joias, etc, passiveis de serem comercializados. Pode abrir a sua loja multi-artigos online e gerir uma panóplia de fornecedores que inclusive podem ser também os seus consumidores finais.

24. Guia turístico privado

O turismo em Portugal continua a ser um setor rentável. Se tem conhecimentos nesta área pode perfeitamente fazer uma coleta de locais interessantes para conhecer na sua zona e lançar-se como guia turístico privado. Claro que é fundamental que obtenha informação o mais rigorosa possível sobre os locais onde pretende levar os turistas mas além disso, tudo o que vai necessitar é de promover os seus serviços nos hotéis e possuir conhecimentos de línguas e uma carrinha confortável que ofereça uma bela vista (ou em alternativa um tuk tuk ou sidecar).

25. Consultor de imagem

Se tem formação na área de consultoria de imagem e é uma pessoa de bom gosto que recebe amiúde elogios sobre a sua forma de vestir, não precisa de mais! Um consultor privado de imagem pode ajudar qualquer pessoa, principalmente um executivo, a se apresentar da forma mais conveniente e atual, com bom gosto e, principalmente, confiança. As cores, os tecidos, o estilo e o corte de cabelo errado, podem marcar na negativa e comprometer qualquer reunião, qualquer encontro, qualquer evento. Contudo, a maioria das pessoas está demasiado ocupada (ou não tem bom gosto qb) para se preocupar com a sua imagem mas não hesitaria em obter indicações de um especialista sobre onde comprar roupa, que peças adquirir, como cortar o cabelo, que cor usar, etc.

Além destas sugestões e dependendo da sua apetência ou não para trabalhos manuais e artes decorativas, pode ainda criar um pequeno negócio online de venda de acessórios e bijuteria, venda de brinquedos e pequenas peças de mobiliário em madeira, bolos de aniversário, roupas feitas à mão, malas e adereços em tecido, etc.

As hipóteses são infindáveis e passam também, e principalmente, por uma ideia empreendedora só sua. A regra é apenas uma: pense num produto ou num serviço que as pessoas gostem e precisem. E boa sorte!

Print Friendly

About The Author

Sofia Santos

Licenciada, pós-graduada e mestre em Comunicação, exerce atualmente a atividade de Técnica de Marketing na PC.Clinic. Adora as estratégias online para difusão de marcas, produtos e serviços de empresas mas gosta mais ainda de as usar para ir ao encontro dos desejos e necessidades dos consumidores mais exigentes. Pelo meio não consegue largar a produção de conteúdos de qualquer género e em qualquer tipo de suporte. Para ela escrever é dançar com as letras. É brilhar, rodopiar, suar, cansar, aprender, rir e sonhar. Ir e voltar sem sair do lugar.

Related posts

11 Comments

  1. Luisa Ribeiro

    gostaria de ter informaçoes sobre o apoio aos idosos .Como conseguir esses contactos.
    melhores cumprimentos
    Luisa Ribeoro

    Reply
  2. Carvalho

    Recomendo trabalhar com artigos de segunda mão, além de rentáveis, normalmente são opções de maior qualidade que os novos e com preços reduzidos por serem artigos “usados”.
    É um tipo de mercado que exige do profissional bastante dedicação e pesquisa, mas que é também muito divertido!

    Reply
  3. Helena Ramos

    Sou auxiliar de ação médica,trabalho num hospital e gostaria de saber como faço para prestar cuidados de apoio domiciliario ja que tenho algumas colegas dispostas a trabalharem comigo.Podem ajudar-me?Preciso abrir uma empresa?

    Obrigado

    Reply
  4. Janete isabel schreiner

    Preciso abrir uma empresa em Portugal para poder residir. Gostaria muito de fazer ACOMPANHAMENTO COM IDOSOS. Que tipo de empresa abro ?

    Reply
  5. Tânia Gonçalves

    Bom dia… Gostaria de abrir uma creche ou algo parecido.. Tenho 27 anos e queria abrir o meu próprio negócio mas a baixo custo… por favor dê-me ideias…..

    Reply
  6. Bernardo Almeida

    Bom dia, sou um jovem de 34 anos e depois de vários anos a trabalhar por conta de outrem, gostaria de investir no meu próprio negócio. Tenho andado a refletir muito, e estava a pensar investir num negocio de venda de fruta (frutaria tradidicional). Gostava de abrir uma pequena frutaria, mas o medo porém, fala mais alto. Eu estou empregado, ganho o ordenado minimo nacional, e por vezes tenho de fazer uma ginatisca valente para ele chegar ao fim do mês. Por isto mesmo, gostaria de arriscar. Gostava de ter opiniões, principalmente de quem está mais por dentro deste negócio. Que acham?
    Obrigado e um grande abraço—

    Reply
  7. Susana

    Boa tarde, estou desempregada e gostaria de obter informação detalhada na área administrativa. Sobre / e como abrir uma empresa de forma a ajudar empresários na parte de organização e gestão administrativa. Área que sempre gostei e desempenhei funções.

    Obrigada

    Reply
  8. Ângela Jesus

    Bom dia. Gostaria de obter mais informações sobre como desenvolver o serviço de babysitter. Tenho um espaço comercial no distrito de Setúbal, conselho do seixal, é um estudio de dança que só funciona apartir das 19h. Gostaria de o rentabilizar durante o dia com o serviço de babysitter. Cumprimentos.

    Reply

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *