Como Reduzir As Dívidas Pessoais E Familiares

Endividamento Excesssivo Do Agregado Familiar

Posso imaginar, mas não tenho essa experiência, uma situação de endividamento excessivo duma pessoa individual ou duma família. O stress duma dívida que não pagamos, do dilema entre pagar a dívida ou pagar a electricidade, a água, o gás, a comida deve ser assustador e asfixiante. Quase sempre afeta toda a família, como uma doença contagiante. Afeta filhos, ainda crianças.

stress

A ideia persistente, que pesa sobre a consciência, a sensação de desequilíbrio, é como carregar nuvens cinzentas e pretas por cima da cabeça. Temos a percepção que vai chover. Vai acontecer uma penhora, vamos perder a casa, perder o carro. Só não sabemos quando. Não temos qualquer segurança e tranquilidade. É um pesadelo!

nuvens escuras

Sou gerente duma empresa e fui confrontado, como todas as empresas, famílias e indivíduos, com a crise económica da dívida soberana de Portugal, que tem um contexto maior, geral, mais grave, associado à globalização, a alterações da distribuição de riqueza no mundo. Aprendi algumas lições que poderei agora adaptar a um contexto individual ou familiar, porque, por prudência, foquei especial atenção nos custos da empresa, de modo a preparar todos os cenários possíveis dessa crise económica e da falta de financiamento consequente das empresas.

redução custos

Descobri que, quando existe abundância, acumulamos sempre gorduras, que quase sempre ignoramos. Isso acontece com a generalidade das empresas. Hoje, tenho a certeza que sou melhor gestor, porque sou mais rigoroso na gestão dos custos da empresa, e sinto a tranquilidade de gerir uma empresa mais competente, mais capaz e mais eficiente, por causa da crise. Tenho que reconhecer que existem oportunidades em qualquer crise para aprender, evoluir e mudar. E sei que a Primavera virá depois do Inverno e que, depois duma noite de tempestade, fria, ruidosa e escura, haverá dia e o sol brilhará mais uma vez.

nascer sol

Como Enfrentar E Solucionar Um Problema De Endividamento Excessivo?

Eu prefiro pensar na solução e não ficar prisioneiro do problema. Acho normal que haja tempo para lamentar, chorar e ter pena. Mas, se você sofre com este problema, reaja agora! Vamos enfrentar o medo e implementar um plano para que você saia vencedor. Você não pode alterar o passado. Mas, o futuro é seu. Você não é o passageiro na viagem da sua vida. Você é o condutor. Decida agora se quer continuar a ter pena de si próprio e fazer de conta que tudo se resolverá num milagre improvável ou assuma com coragem o seu próprio destino.

destino

Cito o Robert Herjavec, do Shark Tank:

Action is better than inaction. If you stay on the mountain and do nothing, you will freeze to death. You have to try, fail, learn, do it over in order to grow. You have one life to live and it’s time to stop making excusing and start making progress. The best advice I’ve ever received, and the advice I’ll share with you:

Get out there and do something. Take action.

robert shark tank

A reflexão que partilho com vocês é aplicável a outras situações, como o caso de indivíduos e famílias que gastam todo o rendimento disponível e não conseguem guardar quaisquer poupanças para uma emergência, um problema de saúde ou para a reforma. São ideias que podemos aplicar na gestão de qualquer orçamento familiar e todos nós podemos questionar essa gestão que fazemos das nossas receitas e despesas. Acho que devemos fazer essa crítica ocasionalmente, porque a vida é fértil em situações imprevistas. Podemos perder o emprego. Perder parte do nosso rendimento. Enfrentar despesas inesperadas. E, de vez em quando, temos que olhar o ego no espelho e perguntar-lhe se está preparado para as emergências da vida.

emergência

Plano Para Reduzir O Endividamente Excessivo

1. Informação concreta e detalhada sobre todas as receitas e despesas

Você precisa saber exatamente, grão a grão, cada moeda, cada cêntimo que o seu agregado familiar recebe e gasta mensalmente. Para isso, você deve documentar TODAS as suas receitas e despesas durante pelo menos 1 mês, de modo a poder ter um retrato da sua situação económica e financeira, num determinado momento no tempo.

A essa informação do fluxo de receitas e despesas mensais, você tem que adicionar informação sobre:

  • todos os rendimentos cuja periodicidade não seja mensal, incluindo Subsidio de Férias e de Natal.
  • as despesas variáveis, incluindo seguros, impostos, livros escolares para os seus filhos, despesas com presentes de aniversário e de Natal, etc.

2. Uma lista rigorosa de todo o ativo e passivo do agregado familiar

Dedique o tempo que for necessário a desmontar e montar o seu passivo. Verifique e volte a verificar o montante de todas as suas dívidas, as taxas de juro respetivas, os valores das prestações mensais, se existem dívidas vencidas e que não foram pagas, portanto, em atraso. Consulte o banco, a empresa de crédito, qualquer que seja o credor, para clarificar qualquer dúvida. Tenha a certeza absoluta que a soma do valor das suas dívidas nessa lista, que vai ser uma das fundações do seu plano para eliminar essa dívida, corresponde exatamente ao valor total do dinheiro que você deve.

Faça também uma lista de todos os seus ativos. Não precisa de incluir todos os seus bens móveis. Use como critério para incluir na lista, o valor do ativo e o potencial de venda desse ativo. Inclua os seus depósitos, os seus bens imóveis, todos os seus ativos minimamente valiosos, incluindo ouro, outras jóias, móveis caros, carros, etc

3. Classifique as dívidas por prioridade e os ativos por liquidez

De todas as suas dívidas, qual é a dívida que você quer pagar mais rápido? Essa será a dívida com uma classificação de prioridade mais elevada. Se preferir, divida a prioridade em crítica, urgente e normal. O principal critério para aumentar a prioridade duma dívida é o valor mais elevado da taxa de juro. Mas, existem outros critérios a considerar, como o valor total de cada dívida e a eventual situação de incumprimento.

Você vai querer dedicar um esforço maior da sua atenção e do seu trabalho a pagar quaisquer dívidas com prioridade crítica, sem prejuízo da necessidade de gerir um eventual conflito resultante do atraso no pagamento de qualquer outra dívida.

Em relação aos seus ativos, foque a sua atenção naqueles ativos que não são essenciais para a sustentação e sobrevivência do seu agregado familiar e que você pode vender. Não se esqueça que você vive num estado de emergência. E precisa de fazer sacrifícios. Venda esses ativos e use todo o dinheiro para pagar dívidas com prioridade crítica.

4. Reduza ou elimine todas as despesas não essenciais

Decida! Quer resolver o problema? Nesse caso, tem que cortar todas as despesas que não sejam essenciais à sobrevivência do seu agregado familiar, mesmo que isso represente um passo atrás naquilo que você qualifica como qualidade de vida. Um passo atrás hoje pode representar dois passos à frente amanhã.

Há pessoas felizes e gastam menos do que você! O desafio é aprender a viver nesse estado de felicidade imaterial com menos bens materiais. Vai descobrir que não é assim tão difícil como imagina.

Sabe quanto representa um café por dia? Em Portugal, vale 219 Eur por ano. E, se você gostar muito de café, vale 2x ou 3x esse valor. Pode valer o mesmo que 1 prestação mensal do empréstimo da sua casa!

Toma o pequeno almoço fora de casa, no café ou pastelaria? Vale cerca de 900 Eur por ano por pessoa.

Questione todas as suas despesas. Pesquise os locais onde é mais barato comprar carne, legumes, roupa. Compare preços. Aproveite as promoções, mas apenas de produtos que constem da sua lista de compras.

Analise com atenção os seus seguros. Peça orçamentos de várias empresas. Reduza as suas despesas às coberturas essenciais. E procure a empresa que oferece os preços mais baixos. Não tenha vergonha de regatear.

Todos nós temos comportamentos automáticos. Já conduziu e deu conta no fim da viagem que você estava a pensar noutra coisa qualquer e nem prestou atenção à condução? Por vezes, entramos em piloto automático. E isso também acontece quando estamos a comprar, nas lojas. Não resistimos a uma promoção de 50%, mesmo que o produto não seja uma necessidade.

Crie o hábito de escrever a sua lista de compras, antes de entrar em qualquer loja. Escreva uma pequena fundamentação para cada item nessa lista. Tenha espírito crítico. E, depois de entrar na loja, não compre um único produto que não conste da sua lista de compras.

O maior estudo sobre nutrição realizado até à presente data, China–Cornell–Oxford Project, concluíu que existem correlações significativas entre o consumo de proteína animal e doenças cardiovasculares e cancro. Ora, você pode fazer uma alimentação com menos proteína animal, mais verduras, legumes e frutas. E reduzir a sua despesa com alimentos.

Aproveite a oportunidade para melhorar o seu talento como cozinheiro (a). E, com vontade e imaginação, coma mais saudável e saboreie refeições apetitosas, junto das suas pessoas queridas, em eventos familiares alegres e divertidos!

5. Ideias Para Ganhar Dinheiro Extra No Fim Do Mês

Se for capaz de aumentar o rendimento do seu agregado familiar, esse valor adicional pode ser usado para pagar as dívidas com maior prioridade.

Não se esqueça que você precisa de acionar mentalmente um estado de emergência e de agir de modo a readquirir a sua autonomia financeira o mais rápido que for possível, para viver com maior tranquilidade, saúde e qualidade de vida.

Pondere algumas destas ideias:

Tem um lugar de estacionamento onde vive? Quando é que vale o respetivo arrendamento? Teria que procurar um estacionamento todas as tardes, depois de regressar do trabalho. Mas, sem sacrifício, não ganhará nada.

Tem algum quarto que não é necessário para o seu agregado famialiar? Pode até ser útil. Mas, o critério aqui não é de utilidade, mas de necessidade. Pode arrendar o quarto a estudantes. Pode valer entre 150 a 300 Eur por mês.

Já considerou procurar um part-time para trabalhar durante o fim de semana? Pergunte nos cafés e restaurantes. Se tiver saúde e forma física para fazer algumas horas adicionais de trabalho por dia, pondere procurar um part-time para trabalhar à noite, num bar por exemplo.

Conheço um cozinheiro que, para pagar um empréstimo para construir uma pequena casa, fazia salgados durante a noite (rissóis de camarãos, pastéis de bacalhau, empadas de galinha, croquetes e outros), que depois vendia a mais do que um café ou restaurante. Conheço também várias pessoas que fazem artesanato para vender online. E você? Quais são os seus talentos? Rentabilize o que sabe fazer. Crie um pequeno negócio para rentabilizar os seus tempos livres.

Leia também este artigo: 20 Ideias Para Ganhar Dinheiro Na Internet

6. Seja persistente

Qual é o fim do seu plano? Acabar com o endividamente excessivo? Não chega. O objetivo tem que ser concreto. Quer reduzir a sua dívida para que valor? Aponte esse objetivo no espelho da casa de banho, na porta do frigorífico e cole um post-it no televisor da sala.

Desenhe com clareza o seu plano. Crie um mapa mental com as ideias desse plano. E estabeleça objetivos intermédios e prazos para cumprir esses objetivos.

Conte a outras pessoas o seu plano. Comprometa-se com essas pessoas que não irá desistir enquanto não concluir esse plano.

No início de cada dia, reserve cinco minutos para meditar. Visualize como será a sua vida com autonomia financeira. Diga a você mesmo que você não vai desistir nunca e que irá alcançar esse objetivo. E viva o dia com a determinação que você é um vencedor, porque, para ser um vencedor, você só precisa de atitude. E você sabe que atitude depende duma única pessoa: você!

Print Friendly

About The Author

Eu sou o Rui. Sou Alma.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *