Como Fazer Um Bom Currículo

Dicas sobre como fazer um bom curriculo

Atualmente conseguir um emprego é cada vez mais difícil, quanto mais um bom emprego. Após variados estudos sobre o assunto as conclusões extraídas apontam sempre em direção à ineficácia dos currículos, que normalmente contribui para que a maioria das pessoas não seja chamada sequer para a entrevista de emprego.

Como mudar então esta realidade? Basta apenas ter atenção e mudar pequenos pormenores no seu currículo que irão fazer a diferença e pelo menos garantir-lhe que passa à fase de entrevista presencial.

fazer bom currículo

Antes de mais é importante ter atenção que qualquer currículo se divide sempre em duas partes fulcrais: o conteúdo e a apresentação. Os erros cometidos aquando da elaboração dos currículos tanto podem existir numa parte como na outra, como em ambas, o que aumenta a ineficácia do currículo.

Assim torna-se importante ter noção que no que toca ao conteúdo, nunca se pode esquecer de mencionar questões fulcrais como o seu nível de empregabilidade, estudo, cursos, experiências profissionais anteriores, conhecimento em informática e línguas, tendo especial atenção à forma como escreve, que também influencia os recursos humanos na hora de ponderar considerá-lo para entrevista ou não. Não se esqueça! Conteúdo é para ter a informação fundamental que o apresenta, introduz e espelha.

Atentemos agora na apresentação do currículo. Este é um dos pontos-chave que passa mais despercebido ao comum dos mortais. “Mas para quê preocupar-me com a apresentação, se a maioria das empresas até prefere o formato Europass?” É legítimo pensar desta forma, mas como dizia Einstein “tolo é aquele que espera encontrar outro lugar, percorrendo o caminho de sempre”. Por isso, pense em arriscar e despender algum tempo a pedir algumas dicas a um amigo seu que até designer e lhe pode dar algum “insight” sobre a conjugação de cores e letra a usar.

De uma forma geral estas são as duas partes a que necessita de prestar atenção quando decide rever o seu currículo. Todavia, como é importante dar exemplos concretos para que avance realmente com mudanças palpáveis no seu currículo e assim consiga um resultado diferente daquele que tem vindo sempre a obter, deixamos aqui algumas dicas que lhe podem úteis na hora de mudar.

5 dicas sobre como fazer um bom currículo que podem garantir a entrevista presencial

1. Adeque o conteúdo do seu currículo à vaga a que se pretende candidatar

Quando se procura trabalho convém pesquisar e estudar quais as potenciais tarefas a desempenhar. Dessa forma, ao conhecer qual o perfil do candidato adequado ao lugar poderá reformular o seu currículo com base nas características e experiências que consideram ser relevantes na hora de considerar a sua escolha para uma entrevista. Mas atenção! Não é mentir para se tornar no candidato “ideal”. É simplesmente reformular e/ou dar destaque a questões que ressalvem experiências que podem ser consideradas significativas pela entidade empregadora na hora de decidir chamá-lo. Deste modo, considere focar-se mais nas experiências similares às pedidas na descrição da vaga, dar mais destaque a experiências e cursos relacionados, e ainda usar palavras que apareçam na descrição da vaga a que se está a candidatar.

2. Converta as suas experiências em resultados

Tente sempre destacar a capacidade de trazer resultados à empresa. É muito comum darmos apenas enfoque a cursos, projetos e experiências profissionais, quando devíamos na verdade expor os resultados alcançados em tais tarefas e que se concretizam em números. Um exemplo prático é calcular uma estimativa do número de horas de usabilidade do Excel, ou do Outlook e apresentá-lo. Ao fazê-lo não só estará a providenciar uma evidência palpável da sua experiência no programa como também chamará a atenção para a sua capacidade analítica.

3. Desenvolva o conteúdo

Como já foi referido anteriormente é necessário ter um bom conteúdo no seu currículo, ainda que a maioria das vezes isso não aconteça. Para melhorar o conteúdo do seu currículo não há nada mais simples do que fazer cursos extras para melhorar os seus conhecimentos gerais, de informática e de línguas. Graças ao maravilhoso mundo da internet já não é preciso investir tantos recursos na realização de cursos pois já existem muitos websites que lhe permitem realizar cursos grátis e obter inclusive certificados de participação.

4. Cuide da imagem do seu currículo

Ao utilizar uma formatação limpa, e ao permitir o destaque dos pontos essenciais do seu currículo estará a ganhar pontos junto dos recursos humanos. Todos sabemos que olhar para uma imagem equilibrada, equitativamente distribuída quer ao nível de cor, quer ao nível da mancha de texto transmite uma sensação de solidez e pensamento analítico. Se for pessoa de arriscar tente definir no seu currículo um apontamento seu porque isso facilitará a lembrança por parte de quem tomou contacto com o seu currículo. Tire partido das diferenças e seja conhecido através delas. Exemplo: “O rapaz do currículo em papel reciclado”.

5. Articule o conteúdo do seu currículo com o mundo online

No mundo tecnológico em que vivemos é de extraordinária importância garantir que o conteúdo do currículo é articulado com o mundo online, garantindo que no currículo existe um link para o seu perfil no Linkedin ou outras redes importantes como o Twitter. Tenha em linha de conta também que se se candidata a um lugar mais criativo deve incluir ainda o Instagram ou o Flickr. Quanto ao Facebook, nem pense nisso.

E está tudo dito! Da nossa parte só podemos esperar que tenha em conta estes pequenos pormenores que certamente farão toda a diferença. Para além deles, é preciso relembrar que é preciso ser paciente e não desistir facilmente aquando do processo de procura de um emprego. Faça o seu melhor para aprimorar o seu currículo e depois entregue ao universo, tudo vai correr bem.

Print Friendly

About The Author

Daniela Ferreira

O meu nome é Daniela Ferreira e sou Engª. do Ambiente formada pelo Instituto Superior Técnico. Defendo que a função de um engenheiro é servir. É pôr a tecnologia ao serviço da população. Defendo a educação ambiental com unhas e dentes. Sou uma acérrima defensora de que a verdadeira forma de alcançar o desenvolvimento sustentável de que tanto se fala passa pela educação das gerações mais novas, e a re-educação das mais maduras. Adoro escrever (poesia sobretudo), pintar, desenhar e dançar. Não sou uma engenheira convencional. Mais do que isso sou uma mulher “de ideias fixas.” Leiam-me. Não se vão arrepender.

Related posts

2 Comments

  1. Papa Pedras

    Bom artigo Daniela, mas no entanto acho que falta um aspecto fucral neste artigo. Como tu dizes e com razão cada vez a procura de emprego é mais difícil e que no caso Nacional corresponde ao típico cenário de ’20 cães a 1 osso’. Quero com isto dizer que candidatos com as qualificações necessárias para o posto há muitos, e penso não devemos dar apenas ênfase à parte técnica . Neste tipo de cenários tem que haver algo mais que nos destaque e acho que é igualmente importante saber vender a nossa própria imagem.

    Com isto sugiro que ao elaborar o currículo deve ser também incluída uma carta de introdução a qual acaba por mostrar:

    -Creatividade (penso que são poucos aqueles que optam por esta solução pois a exposição da própria pessoa é um medo de muitos)
    -Interesse por parte do candidato (apesar de isto ser redudante à submissão do proprio currículo para o cargo, podemos dizer porque queremos este trabalho)
    -Um lado humano (falar um pouco sobre a nossa pessoa, quem sou?, porque gostariam de trabalhar comigo? O que faz de mim O Candidato para este posto?

    Ao expormo-nos desta forma creio é possível destacarmo-nos de forma única dos restantes candidatos e contamos uma historia ainda que mais pessoal, ajuda a formar a opinião do recrutador.

    Atenciosamente,

    Papa Pedras

    Reply
    1. Rui de Oliveira Soares

      Olá!

      Se eu fosse candidato, o meu foco principal seria a comunicação do conhecimento, da experiência profissional e do saber fazer, com exemplos concretos, usando como critério de relevância o texto da oferta de emprego.

      Não desvalorizo a carta de apresentação. Mas, com a humildade de admitir perspetivas diferentes, ouso alegar que o currículo perfeito precisa duma carta de apresentação curta e cordial.

      Um abraço fraterno!

      Rui

      Reply

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *